C-Suite: Há 25 anos na Chevrolet, Hermann Mahnke é promovido a marketing customer experience director dos EUA

Nesta quinzena, acompanhe movimentações nas áreas de consumer health, tecnologia e mais.

Martina Colafemina
Compartilhe esta publicação:

Hermann Mahnke é promovido a marketing director para os Estados Unidos da Chevrolet

Acessibilidade


Nesta edição, trazemos movimentações no mercado de comunicação, saúde, seguros e indústria química. A Johnson & Johnson Consumer Health promove Daniella Brissac a vice-presidente de marketing para o Brasil e de experiência de clientes e consumidores para a América Latina. Beatriz Lacaz é a nova country head da Société Générale do Brasil.

LEIA MAIS: Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Hermann Mahnke é o destaque da quinzena na seção C-Suite.Há 25 anos na GM Motors, Mahnke assumiu como marketing customer experience director para os Estados Unidos no dia 1º de abril. Antes, ocupava a cadeira de CMO para América do Sul. 

LEIA MAIS: C-Suite: nova COO da WMcCann deixou carreira no direito para ingressar na comunicação

Foi o diretor de marketing responsável pelo lançamento do Onix, que liderou vendas entre modelos populares no Brasil de 2012 a 2018. Em 2021, a Chevrolet conquistou o Leão de Ouro de Cannes (prêmio para as campanhas mais criativas e que geraram mais resultado no mundo) sob sua liderança.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Mahnke contou à Forbes sobre os impactos que uma trajetória de sucesso teve em sua vida e o que planeja para o desafio de liderar uma nova equipe nos Estados Unidos.

Forbes: Quais foram seus primeiros passos durante a trajetória dentro da GM?

Hermann Mahnke: Lembro que fiz a última prova da faculdade e no dia seguinte comecei na GM. Sou engenheiro mecânico de formação. Fiz vários processos seletivos e escolhi a GM porque eu iria para a área de caminhões, que era o que eu desejava. E a GM também tem uma cultura de formar profissionais. Sempre gostei de interação e sempre quis ir para a área comercial, então logo fui para a previsão de vendas. Meu papel era negociar com a área de produção e manufatura. Foi aí que de fato tive ideia da dimensão da empresa. Em seguida, cheguei ao marketing de produto e fiquei responsável pela S10 Blazer. Foi uma das etapas mais mágicas dentro da empresa, em que o desafio era como mostrar ao mercado o valor de um produto. Depois, fui para a área de carros menores como o Celta.

F: Qual foi sua primeira atuação internacional dentro da GM?

HM: Fui convidado para ser coordenador de propaganda para os mercados da África e Oriente Médio. O headquarter ficava em Miramar, na Flórida. Passei três anos por lá e tive contato com diversos líderes como o de manufatura, o de RH e o presidente da nossa região. Voltei para o Brasil promovido a gerente de produtos. Também tive a oportunidade de ser presidente de operações do Chile. Foi um desafio gigantesco porque lá o mercado é super competitivo e a relação do chileno com o carro é menos passional que a do brasileiro. Foi uma tremenda escola para mim.

F: O que você mais valoriza em sua trajetória como CMO da América do Sul?

HM:Também mudamos de uma comunicação tradicional para uma interlocução com o consumidor. Essa transformação trouxe resultados gigantescos: fomos a marca mais premiada do Effie Awards 2021 e levamos um Leão de Cannes. Também saímos de um ambiente tradicional para ser uma marca completamente digitalizada. Hoje, 33% do que vendemos no varejo nasce nos canais digitais. Um dos filhos que vou deixar e que ainda não nasceu é a nossa própria plataforma de e-commerce.

F: Que líderes te inspiraram durante essa trajetória?

HM: Eu tenho a satisfação e a sorte de ter muitos líderes que depois ficaram amigos. Se eu tivesse que citar um que me ensinou demais, principalmente sobre gestão, foi o Santiago [Chamorro], nosso presidente da América do Sul. 

F: O que você observa como as maiores qualidades em uma equipe?

HM: Acredito que tenho atualmente um time muito diverso e essa diversidade, a partir do momento que conseguimos colocar isso em prática, resulta em uma riqueza. Somos pessoas que pensam de formas diferentes e que têm formações diferentes. Todos os resultados que temos hoje são consequência disso. Temos um marketing pragmático e baseado em dados para a tomada de decisões. Essa equipe fez essa transformação com a gente.

  • Beatriz Lacaz foi nomeada como country head Brasil da Société Générale. Ela continuará a evolução das ofertas no país, apoiando os clientes locais e facilitando os negócios internacionais

  • Na Farmax Bianca Pi contribuirá no posicionamento de novos produtos. Ela acaba de assumir a diretoria de marketing

  • A Johnson & Johnson Consumer Health, divisão de consumo da empresa, anuncia a promoção de Daniella Brissac a vice-presidente de marketing para o Brasil e CCX Capabilities (experiência de clientes e consumidores) para a América Latina.

  • Marco Giannelli, conhecido no mercado publicitário como Pernil, é anunciado como novo CCO da AlmapBBDO. A nomeação faz parte de um processo de transição que já vem sendo estudado dentro da agência

  • Renata Campos assume a liderança de mercados emergentes da biofarmacêutica Takeda em Singapura. Campos possui mais de 20 anos de experiência no setor farmacêutico e tem assumido posições de liderança na Takeda desde que entrou para a empresa, em 2005

  • Paula Ferreira assume como CEO de resseguros para a América Latina da Aon. Ela conta com onta com 13 anos na empresa e 26 anos no setor de resseguros

  • André Baron é o novo presidente da Henkel na América Latina. Sediado no Brasil, executivo assumiu a função no começo de abril no lugar de Hannes Schollenberger, que retornou para Alemanha

  • Guilherme Tavares assume a posição de global COO do Grupo Toccato. Tavares liderou por três anos o time de marketing, inteligência de mercado e customer success da Toccato. Posteriormente, assumiu como CEO da unidade de negócios de serviços compartilhados

  • A GWM Brasil anunciou Guilherme Teles para o cargo de head of product planning para o mercado brasileiro. Na sua nova função, o executivo será responsável em planejar toda a linha de produtos que será lançada

  • A Mapfre anunciou Hilca Vaz como nova diretora de vida, previdência e capitalização no Brasil

  • Silvio Jorge Silva é o novo diretor comercial da Sanofi Healthcare. Silva chega à equipe com mais de 25 anos de experiência no mercado, após passar por grandes empresas como Pfizer e Johnson & Johnson Healthcare.

  • Hervé Tessler assume a cadeira de CEO da Softline International. Hervé será responsável pelo desenvolvimento das operações internacionais da empresa, com foco no crescimento orgânico e inorgânico

Beatriz Lacaz foi nomeada como country head Brasil da Société Générale. Ela continuará a evolução das ofertas no país, apoiando os clientes locais e facilitando os negócios internacionais

Compartilhe esta publicação: