Microsoft firma acordo e cede à sindicalização dos funcionários

Trabalhadores em empresas de tecnologia estão se tornando mais expressivos sobre representação sindical.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Mike Segar/Reuters
Mike Segar/Reuters

Logotipo da Microsoft em escritório em Nova York, EUA.

Acessibilidade


A Microsoft e o sindicato Communications Workers of America (CWA) disseram na data de hoje (13) que firmaram um acordo de neutralidade trabalhista, permitindo que os funcionários decidam sobre representação sindical.

Trabalhadores em empresas de tecnologia estão se tornando mais expressivos sobre melhores salários e condições de trabalho. Mais de 200 trabalhadores da Alphabet formaram um sindicato para os escritórios da controladora do Google nos Estados Unidos e Canadá no ano passado.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O acordo será aplicado na Activision Blizzard a partir de 60 dias após o fechamento da aquisição da Microsoft, disseram eles.

“Este acordo fornece um caminho para os trabalhadores da Activision Blizzard exercerem seus direitos democráticos de organizar e negociar coletivamente após o fechamento da aquisição da Microsoft e estabelece uma estrutura para empregadores na indústria de jogos”, disse Chris Shelton, presidente do CWA.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Isso ocorre após a Activision Blizzard reconhecer na sexta-feira (11) o CWA e iniciar negociações em nome de um pequeno grupo de testadores de garantia de qualidade da fabricante do “Call of Duty”, que votou pela sindicalização no mês passado.

No início deste mês, o presidente da Microsoft, Brad Smith, disse que a empresa não resistirá aos esforços de sindicalização de seus funcionários.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: