Josué Gomes da Silva, dono da Coteminas, vai às compras na noite da Black Friday

Empresário desembolsa R$ 20 milhões na compra de 30% da MyGloss, rede de acessórios femininos que tem 45 lojas e receita de R$ 60 milhões.

Françoise Terzian
Compartilhe esta publicação:

maxresdefault
O empresário Josué Gomes da Silva, dono da Coteminas e filho do ex-vice-presidente José Alencar (2003-2011), foi às compras neste noite de Black Friday. Ele assinou agora pouco, pelo valor de R$ 20 milhões, a compra de 30% da MyGloss, rede de acessórios femininos e bijuterias pertencente ao paulistano Rodrigo Stocco, que tem 45 lojas, fatura R$ 60 milhões e produz todos os acessórios em território nacional.

Acessibilidade


Depois de uma demorada e difícil negociação, o aporte foi feito pelo empresário em conjunto com a família e amigos. Sua ambição é transformar a MyGloss em uma espécie de nova MMartan. Ou seja, seu sonho é transformá-la em uma rede de sucesso, de grande porte e referência em acessórios femininos. Hoje, esse mercado é liderado pela Morana.

A meta é ter 100 lojas nos próximos cinco anos e 25 quiosques premium até 2018. Foram cerca de dois anos de negociações e ficou acertado no contrato que todo montante será reinvestido na empresa.

A ideia de trazer dinheiro para a expansão foi tomada por Stocco que, há dois anos, procurou Douglas Carvalho Jr, da boutique de fusões e aquisições Target Advisor, que é especializada em moda e participou das vendas de empresas como VR, Lojas Avenida, Aramis e Bobstore.

Futuramente, é bem provável que Gomes da Silva avance e se torne controlador da rede.

Compartilhe esta publicação: