Selfies matam mais que tubarões em 2015

Segundo site norte-americano, maior incidência é por quedas.

Blog da Redação
Compartilhe esta publicação:
Reprodução

Reprodução

Acessibilidade


Tirar fotos nunca foi tão perigoso. Em 2015, 12 pessoas morreram no mundo enquanto tiravam selfies. De acordo com o site Mashable, são mais mortes do que causadas por ataques de tubarão (oito no ano, neste caso).

VEJA TAMBÉM: App faz com que usuários parem de olhar para celulares para reparar no mundo

As baixas devem ser levadas como lembrete para os viajantes de todo o planeta. Um terço delas foi causada por quedas enquanto tentava fotografar um local inusitado. Como Hideto Ueda, um turista japonês que faleceu ao cair nas escadas do Taj Mahal com o celular em punhos.

Em segundo lugar de mortes relacionadas a selfies, por mais estranho que pareça, é de acidentes com trens. Seja por que o indivíduo tentava tirar foto com a locomotiva ou por que estava nos trilhos.

CURIOSO: Marca de cereais lança “colher de selfie” para você fotografar seu café da manhã

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O assunto tornou-se tão popular que o governo russo lançou um manual para evitar mortes relacionadas a selfies. Entre as dicas, há quedas, trens e até ataques de animais selvagens.

Compartilhe esta publicação: