O hábito de comer carne de cavalo no Vêneto

Sabor é um pouco adocicado, mas semelhante ao de origem bovina

Juscelino Pereira
Compartilhe esta publicação:
iStock

iStock

Acessibilidade


Aos brasileiros, um prato à base de carne de cavalo em um cardápio de restaurante causa estranheza. No entanto, no Vêneto isso é comum e há por lá inclusive açougues especializados em carne equina.

A origem do hábito estaria ligada às batalhas e às longas caravanas, situações em que os animais, mortos ou inválidos, viravam alimento. Hoje, a carne é importada de países do Leste Europeu. Os cavalos deve ser abatidos jovens para garantir uma carne maia e suculenta. O sabor é um pouco adocicado, mas bastante semelhante ao da carne bovina – tanto que as mesmas receitas se prestam para ambos os tipos de carne.

LEIA MAIS: Açougue francês tem carne mais cara do mundo por R$ 13.200 o bife

Eu tive essa experiência, em 2002 fui visitar uma vinícola no Veneto e o produtor de Valpolicella nos levou para almoçar no famoso restaurante Re Teodorico , recomendaram ” Poletro ” carne de cavalo jovem, gostei ! Carne firme e saborosa. Normalmente, é indicado nos hospitais Venetos para os Anêmicos.

Salute!

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Fonte: Itália, para comer e beber bem

Compartilhe esta publicação: