Facebook faz nova tentativa para buscar telespectadores

Rede social tem dado sinais nos últimos meses de que quer se tornar uma fonte de conteúdo original e de vídeos bem produzidos.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

O Watch vai permitir aos usuários conversarem e se conectarem com pessoas durante um episódio (iStock)

Acessibilidade


O Facebook está promovendo sua maior ação para competir com o mercado de televisão ao expandir ofertas de vídeo com programação que inclui desde a liga de basquete feminina dos Estados Unidos a um programa sobre safari.

LEIA MAIS: Ações do Facebook podem chegar a US$ 200 em um ano

O produto redesenhado, chamado “Watch”, vai estar disponível inicialmente a um grupo limitado nos EUA por meio do aplicativo da rede social, site e aplicativos de TV, afirmou a companhia.

O Facebook adicionou uma aba de vídeo no ano passado a seu serviço e tem dado sinais nos últimos meses de que quer se tornar uma fonte de conteúdo original e de vídeos bem produzidos, em vez de apenas programas criados pelos usuários.

A Reuters publicou em maio que o Facebook assinou acordos com criadores de conteúdo que incluem Vox Media, BuzzFeed, ATTN, Group Nine Media.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Aprendemos que as pessoas gostam de descobrir vídeos em suas páginas, mas elas também querem um lugar dedicado onde podem ir e assistir a eles”, disse Daniel Banker, diretor de produto do Facebook.

O presidente-executivo da rede social Mark Zuckerberg, afirmou em mensagem que o Watch vai permitir aos usuários “conversarem e se conectarem com pessoas durante um episódio e aderirem a grupos de pessoas que gostam dos mesmos programas, criando comunidades.”

Compartilhe esta publicação: