Pesquisadores na França criam casa impressa em 3D

Robô levou 18 dias para completar sua parte na propriedade de cinco cômodos e 95 m2

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reprodução

Os pesquisadores afirmaram que a casa é a primeira habitação construída com um robô de impressão 3D

Acessibilidade


Acadêmicos da Universidade de Nantes, na França, reveleram hoje (10) o que afirmam ser a primeira casa impressa em 3D do mundo, que pode ter os primeiros inquilinos até junho.

LEIA MAIS: Impressão 3D invade a moda de luxo

Os pesquisadores afirmaram que a casa é a primeira habitação construída com um robô de impressão 3D. A máquina, conhecida como BatiPrint3D, usa um polímero especial que deverá manter o isolamento da casa por um século.

O BatiPrint3D precisou de 18 dias para completar sua parte no trabalho na casa: paredes ocas que depois foram preenchidas com concreto.

“É o futuro? É uma solução e um princípio construtivo interessantes, já que criamos a casa diretamente no local e, graças ao robô, fomos capazes de desenvolver formas complexas”, disse Benoit Furet, professor que trabalhou no projeto.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A casa de 95 metros quadrados, com cinco cômodos, será alocada para uma família local qualificada para participar de um programa de moradia social, disseram autoridades.

VEJA TAMBÉM: Casa com a melhor vista de Los Angeles está à venda por US$ 15,9 milhões

A casa tem formato de Y e é equipada com múltiplos sensores que monitoram qualidade do ar, umidade e temperatura, bem como equipamentos para avaliar e analisar as propriedades térmicas da construção.

Pesquisadores acreditam que esta tecnologia poderá permitir economia de custos com energia.

Autoridades em Nantes estão planejando novos projetos de construção em 3D.

Compartilhe esta publicação: