Jack Ma diz que atrito entre China e EUA pode ser longo

CEO da Alibaba estima que desavenças possam durar duas décadas.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

O executivo disse que as tensões comerciais devem afetar as empresas chinesas e estrangeiras imediatamente e negativamente.

Acessibilidade


O presidente do conselho da Alibaba, Jack Ma, disse hoje (18) que os atritos comerciais entre os Estados Unidos e a China podem durar duas décadas e serão uma bagunça para as partes envolvidas, citando regras comerciais fracas.

LEIA MAIS: Jack Ma, presidente da Alibaba, anuncia saída da empresa

Ma falou em uma conferência com investidores da Alibaba horas após Washington dizer que imporá taxas sobre mais US$ 200 bilhões em importações chinesas, o que deve ter como consequência uma retaliação de Pequim.

O executivo disse que as tensões comerciais devem afetar as empresas chinesas e estrangeiras imediatamente e negativamente. Ele previu que as empresas chinesas transferirão sua produção para outros países a médio prazo, para contornar as tarifas.

“Você pode vencer a batalha, mas perde a guerra”, disse Ma no evento de acionistas em Hangzhou, acrescentando que novas regras comerciais são necessárias a longo prazo. “Mesmo que Donald Trump se afaste, um novo presidente chega e continua… Precisamos de novas regras comerciais, precisamos melhorar a Organização Mundial do Comércio.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os comentários de Ma foram no último discurso para os acionistas como presidente da gigante de internet chinesa.

O executivo anunciou na semana passada que deixará o cargo dentro de um ano e entregará o comando a Daniel Zhang.

Ma se reuniu no ano passado com Trump e prometeu criar um milhão de empregos nos Estados Unidos ligados a pequenos comerciantes que vendem itens nas plataformas da Alibaba.

Desde então, as relações comerciais se deterioraram entre a China e os EUA em uma escalada de tarifas.

Compartilhe esta publicação: