Nissan aprova demissão de Carlos Ghosn

Montadora japonesa vai criar comitê para busca de substituto

Reuters
Reuters

Nissan anunciou a demissão de Carlos Ghosn da presidência de seu conselho de administração

Acessibilidade

A montadora japonesa de veículos aprovou hoje (22) a demissão de Carlos Ghosn da presidência de seu conselho de administração e criará um comitê especial para buscar um substituto para o executivo que foi preso no Japão sob acusações de fraudes financeiras.

LEIA MAIS: Conselho da Nissan se reúne para encerrar era Ghosn

A Nissan afirmou ainda que vai considerar criar uma comissão especial de governança e que o grupo que vai buscar indicação para um novo presidente do conselho de administração será presidido por Masakazu Toyoda e incluirá Keiko Ihara e Jean-Baptiste Duzan.


Conteúdo publicitário