Veja a suíte em que Meghan Markle fez chá de bebê

Fica no The Mark Hotel, em NY, é a maior e mais cara dos EUA

Alvaro Leme
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Meghan: 1100 metros quadrados para receber os convidados, com vista para o Central Park

Acessibilidade


Imagine uma suíte de hotel em que só o terraço tem 232 metros quadrados. É só um pedacinho, viu? Ao todo, são 1100 metros quadrados, com cinco quartos, quatro lareiras, seis banheiros, dois bares, uma cozinha projetada pelo arquiteto italiano Piero Lissoni, sala de jantar para 24 pessoas e uma sala de estar que pode virar um salão de baile. Desfrutar de todo esse luxo custa US$ 75 mil por noite (R$ 281 mil), e recentemente teve uma hóspede à altura: Meghan Markle, a Duquesa de Sussex.

LEIA TAMBÉM: Ferragamo fará exposição sobre moda e meio ambiente

Ali, na suíte que ocupa os dois últimos andares do The Mark Hotel, em Nova York, aconteceu no último dia 20 o chá de bebê mais comentado dos últimos tempos. A festa foi organizada para ela por amigas como a tenista Serena Williams e a advogada Amal Clooney. Conhecida do público por seu trabalho como atriz na série “Suits”, Meghan casou-se com o príncipe Harry em maio de 2018. Espera o primeiro herdeiro (ou herdeira) do casal.

  • Divulgação

    Terraço

  • Divulgação

    Terraço visto de outro ângulo

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
  • Divulgação

    Sala de estar

  • Divulgação

    Quarto principal

  • Divulgação

    Outro ângulo do quarto principal

  • Divulgação

    Sala de jantar com espaço para 24 pessoas

  • Divulgação

    Foyer

  • Divulgação

    Átrio

  • Divulgação

    Cozinha

  • Divulgação

    Sala de livros

  • Divulgação

    Outro ângulo da sala de livros

  • Divulgação

    Banheiro

  • Divulgação

    Banheiro visto de outro ângulo

Divulgação

Terraço


A cobertura é a maior e mais cara dos Estados Unidos segundo a Preferred Hotels & Resorts, rede de luxo à qual pertence o The Mark. Tem vista para o Central Park e para o museu Metropolitan.

Foi projetada pelo designer francês Jacques Grange, e antes mesmo de ficar pronta já havia interessados em morar nela. Uma família a ocupou por dezesseis meses, e agora está disponível para o público pela primeira vez.

Compartilhe esta publicação: