Buffett lança concurso com prêmio vitalício de US$ 1 mi

GettyImages
Warren Buffett já doou US$ 35 bilhões e prometeu doar mais de 99% de sua fortuna quando morrer.

O famoso investidor Warren Buffett é considerado a terceira pessoa mais rica do mundo, com um patrimônio líquido de US$ 83,5 bilhões. O Oráculo de Omaha já doou US$ 35 bilhões e prometeu doar mais de 99% de sua fortuna quando morrer.

VEJA TAMBÉM: Warren Buffett: como transformar US$ 10.000 em US$ 51 milhões

Mas aos 88 anos, Buffett vai muito bem de saúde e, no mês passado, na CNBC, ele anunciou mais uma vez seu concurso anual de March Madness, que será lançado na próxima semana, junto com o torneio masculino de basquete da NCAA (liga universitária). O primeiro prêmio é US$ 1 milhão por ano para o resto da vida a quem acertar as equipes da etapa Sweet 16 (antes das oitavas de final). Um requisito para participar do concurso: é preciso ser funcionário da Berkshire Hathaway, empresa da qual Buffett é CEO.

A BH é um conglomerado com quase 400 mil funcionários em mais de 60 empresas. O grupo ficou em segundo lugar nos EUA e em quarto lugar no mundo no ano passado na Forbes Global 2000, que leva em consideração o valor de mercado, vendas, lucros e ativos das maiores companhias de capital aberto do mundo. A BNSF Railway (45 mil funcionários) e a Geico (40 mil funcionários) são as maiores empresas do conglomerado em número de colaboradores. A sede tem apenas 26 funcionários. Outras marcas importantes sob a gestão da BH são Clayton Homes, Duracell, Dairy Queen e NetJets.

As chances são extremamente baixas de qualquer um acertar as 16 equipes finais. Uma série de surpresas no ano passado fez com que nenhuma das 17,3 milhões de apostas da ESPN acertasse o Sweet 16. O ano anterior foi melhor, com 18 respostas certas entre os 18 milhões de participantes, mas isso ainda significa 1 em 1 milhão. Aproximadamente 100 mil funcionários da Berkshire participaram da disputa nos últimos anos.

Com isso em mente, Buffett acrescentou um prêmio de “consolação” no ano passado: o resultado mais próximo nas duas primeiras rodadas ganha US$ 100 mil.

No ano passado, nenhum funcionário da Berkshire saiu com vida da primeira rodada. Os últimos oito foram eliminados quando o número 4 do Estado de Wichita perdeu para o número 13 de Marshall, segundo o Omaha World-Herald. Os oito colaboradores dividiram o prêmio de US$ 100 mil. Buffett diz que um participante escolheu corretamente 31 dos 32 jogos da primeira rodada no ano anterior.

E AINDA: 3 grandes ideias da carta de Warren Buffett aos investidores

Buffett fez o primeiro desafio March Madness em 2014, em conjunto com a empresa de hipotecas Quicken Loans. O concurso foi aberto a todos e ofereceu US$ 1 bilhão pela aposta perfeita, com o número de inscrições limitado a 15 milhões. Foi um ótimo marketing para a Quicken Loans, graças às mais de um bilhão de aparições nas mídias sociais e na imprensa com da marca. Também foi uma aposta segura: as chances de escolher o resultado perfeito chegaram a 1 em 9,2 quintilhões (isso significa 18 zeros). Os últimos três apostadores foram eliminados após 25 jogos da primeira rodada.

Os funcionários da Berkshire precisam indicar seus palpites de 2019 antes dos primeiros jogos começarem, em 20 de março.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).