Conheça as diferenças entre o Surface Pro 6 e o MacBook Pro

Forbes Brasil/Divulgação
Fatores devem ser considerados na hora de escolher entre os dois modelos

Resumo:

  • O Surface Pro é mais fino e leve do que o MacBook Pro;
  • O teclado do tablet/PC da Microsoft é vendido separadamente por US$ 100, enquanto o da Apple já vem incorporado à máquina;
  • Os modelos do Macbook possuem mais variedade de processadores e também expansões de memória;
  • Preços iniciais menores e bateria com maior duração são algumas características do Surface Pro 6.

Há algum tempo, alguns anúncios destacavam, brilhantemente, as diferenças entre as culturas dos computadores Mac e PC. Essa rivalidade entre a Apple e a Microsoft tem, desde então, se acalmado. Mas a Apple lançou um novo MacBook Pro, em maio, que é consideravelmente mais poderoso do que seus antecessores – e mais leve também. Da mesma forma, a Microsoft veio forte com sua linha de tablet/PC Surface Pro. O mais recente, o Surface Pro 6, é repleto de recursos e claramente uma forte escolha no mercado Windows. Embora os sistemas operacionais ainda sejam diferentes, a Apple não é mais tão imune a vírus quanto no passado. E o Windows 10 não é mais tão vulnerável.

LEIA MAIS: Arrogante e caro: Mac Pro é a nova ostentação de Tim Cook

Veja, a seguir, alguns fatores para serem levados em consideração em cada uma das plataformas:

Peso e tamanho

No que diz respeito à portabilidade, o MacBook Pro de 15 polegadas tem cerca de 15 mm de espessura (o mesmo que o MacBook Air) e pesa, aproximadamente, 1,8 quilo. O Pro de 13 polegadas é ainda mais fino – 14 mm – e pesa por volta de 1,37 quilo. O Surface Pro 6 de 12,3 polegadas tem cerca de 8 mm de espessura e pesa apenas 770 gramas sem a capa do teclado.

Teclado

É preciso comprar separadamente o teclado do Surface Pro 6 – o preço gira em torno de US$ 100. O MacBook Pro é um laptop completo e já vem com o teclado.

Opções de tela

Ambas são lindas. O MacBook Pro tem as opções de 13,3 polegadas ou 15,4 polegadas, ambas com tela Retina, que oferece excelente visualização de qualquer ângulo. O Surface Pro 6 possui um monitor PixelSense de 12,3 polegadas com alta resolução (2736 x 1824) e multitoque de 10 pontos. Além disso, a tela pode ser inclinada em qualquer ângulo desejado – também funciona com uma Surface Pen.

Velocidade de processamento

As duas máquinas são potentes. O MacBook Pro está disponível com processadores Intel Core da 8ª e 9ª gerações. O Pro de 13 polegadas vem com um Intel Core i5 dual-core de 2,3 GHz, Turbo Boost de até 3,6 GHz e 64 MB de eDRAM. A versão de 13 polegadas com barra de toque (menu de atalho na tela da Apple) conta com um processador Intel Core i5 quad-core de 2,4 GHz, Turbo Boost de até 4,1 GHz e 128 MB de eDRAM.

VEJA TAMBÉM: Novo vazamento do Surface revela melhorias poderosas

Já o Pro de 15 polegadas é equipado com Intel Core i7 6-core de 2,6 GHz, Turbo Boost de até 4.5GHz, com cache L3 compartilhado de 12MB. Há, ainda, a opção com Intel Core i9 de 8 núcleos de 2.3GHz, Turbo Boost de até 4.8GHz, com 16 MB de cache L3 compartilhado. Todas as configurações são atualizáveis. No caso do Surface Pro 6, você pode escolher o processador Core i5 ou i7 da Intel, com 8 GB ou 16 GB de RAM.

Armazenamento

O MacBook Pro pode ser melhorado para ter 4 TB de espaço no disco rígido. O Surface Pro 6 vem com uma unidade de estado sólido com 128 GB, 256 GB, 512 GB ou 1 TB de espaço.

Vida útil da bateria

O MacBook Pro dura 10 horas fora da tomada. O Surface Pro 6, por outro lado, aguenta até 13,5 horas enquanto reproduz vídeos. Pode durar ainda mais se forem usadas apenas funções de elaboração de texto.

Preço

Os MacBook Pros variam de US$ 1.299 a US$ 2.799. Já o Surface Pro 6 tem preço inicial e US$ 799 e pode chegar a US$ 2.099, dependendo da configuração.

Sistema operacional

Esta decisão realmente se resume a qual sistema operacional faz você se sentir mais confortável. Há boas características em cada um dos modelos. Eu vejo cada vez mais pessoas saindo da Starbucks e de outros lugares públicos com o Surface Pro. Mas, quando você está no ecossistema da Apple, é difícil sair, principalmente devido à simplicidade de sincronizar vários dispositivos da empresa.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).