Equipe paiN Gaming adquire New X, time campeão de “Free Fire”

Divulgação/paiN Gaming
O clube faturou R$ 35 mil com título brasileiro do eSport e disputa vaga no mundial

Resumo:

  • As transmissões da final do campeonato brasileiro de “Free Fire” foram acompanhadas por 800 mil pessoas, nos canais oficiais Facebook e no Youtube do jogo mobile;
  • A paiN Gaming é um time de eSports tradicionalmente conhecido pela equipe de “League of Legends”;
  • O battle royale “Free Fire”, em que 100 jogadores disputam até sobre apenas um, é o jogo de celular mais popular do Brasil e pode ser baixado gratuitamente em dispositivos Android e iOS.

Foi anunciado ontem (15) que a New X, campeã brasileira da segunda temporada da Free Fire Pro League 2019, realizada em julho, será agora parte do time veterano paiN Gaming. Fundada em 2010, a paiN Gaming já possui equipes em “League of Legends” (em 2015, fez muito sucesso nas competições nacionais e internacionais), “Dota 2”, “CS:GO”, “Clash Royale” e “Arena of Valor” e, com a aquisição, entra no competitivo de “Free Fire”.

LEIA MAIS: “Free Fire”, o game de celular mais jogado no Brasil, tem final amanhã

Lançado em 2017, o jogo de smartphone desenvolvido pela 111dots Studio e publicado pela Garena, é o mais jogado do Brasil, com uma média mensal de 10,8 milhões de downloads e um faturamento de US$ 37 milhões, em 2018. A Free Fire Pro League foi disputada por 1.728 equipes, das quais 12 foram para final. Entre esses, apenas três times (Vivo Keyd, INTZ e Red Canids Kalunga) têm presença forte em outros eSports, como é o caso da recém-chegada paiN. Veja, abaixo, o vídeo de lançamento:

O gerente de produto da paiN Gaming Luiz “Gary” Alencar, responsável pela entrada do clube no mundo de “Free Fire”, conta que a estratégia foi “a mesma que tivemos com o ‘LoL’. De montar uma base sólida e ainda mais profissionalizada. Oferecemos também salários que acreditamos ser acima do mercado, para dar um passo na direção de um cenário melhor”. Sem revelar valores exatos, “Gary” disse que o investimento foi milionário.

Thomas Hamence, CEO da paiN e responsável direto pela equipe de “LoL”, cuidará da direção esportiva do novo time de “Free Fire”. “A decisão por esse investimento é pela popularidade desse game, que é gratuito, roda até nos celulares mais simples, consome poucos dados e está trazendo novos fãs para o universo de esportes”, explica o executivo.

O time será composto Everton “Ubita” dos Santos, considerado o melhor jogador da última Pro League, “Vgzinnn”, “Vnzinnn” e “Geerty”. Conta também com os reservas “Anon” e “Vitinnn” e os influenciadores “GGeasy” e “Piuzinho”. O técnico campeão, “Coronel”, continua no cargo.

A paiN estréia no próximo domingo (17), na terceira temporada da Free Fire Pro League para tentar uma vaga no mundial Free Fire World Series, que acontece em novembro, no Rio de Janeiro, com premiação de R$ 400 mil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).