5 recursos de privacidade essenciais do iOS 13

Getty Images
Atualização do sistema operacional da Apple conta com mais opções de personalização

Resumo:

  • Versão 13 do iOS tem novidades;
  • Chamadas falsas e de spam vão direto para a caixa postal, evitando a perda de tempo e também melhorando a segurança;
  • É possível que os usuários do iPhone escolham por quanto tempo querem compartilhar sua localização com aplicativos;
  • A Apple também criou um login automático com pelo Apple ID, opção de permissão para o acesso de dispositivos Bluetooth e a remoção de informações em fotos.

Quando novos dispositivos da Apple são anunciados, no seu evento anual, sempre há comemorações e críticas. Normalmente, a nova versão do seu principal sistema operacional, o iOS, vem logo após o evento; e ela já está disponível. Veja, a seguir, quais novas atualizações do iOS 13 melhoram a privacidade e a segurança no iPhone:

VEJA MAIS: Apple anuncia três novos iPhones e outros lançamentos 

Resposta a chamadas automáticas

Um novo recurso no iOS permite que chamadas desconhecidas vão direto para a caixa postal. Este é um excelente novo recurso que ajuda a evitar ligações falsas de golpistas. Vale ressaltar que, se a ligação for realmente importante, quem quiser entrar em contato vai usar outra forma também. Para ativar a função entre em Configurações > Telefone.

Serviços de localização temporários

Agora, o iOS 13 permite que você escolha quando disponibilizar a localização, com as funções “sempre compartilhar”, “compartilhar ao usar o aplicativo” e “não compartilhar”. Esta é uma solução para quem busca o equilíbrio entre privacidade e usabilidade. Mesmo escolhendo a primeira opção, o iPhone informa quando um app usou sua localização e pergunta ao usuário se ele quer continuar cedendo a permissão.

Entrar com a Apple

A funcionalidade é uma resposta ao login automático de outras plataformas como Facebook, Twitter e Google. Por que a Apple não tinha isso antes? A empresa tem menos interesse em seus hábitos de navegação e comportamento online. Eles não estão vendendo anúncios como Google e Facebook, por isso, têm menos incentivo para coletar informações sobre os usuários. De acordo com o site de suporte da Apple, a praticidade usa o serviço de retransmissão privada “Hide My Email” para criar um endereço de email exclusivo gerado aleatoriamente para uso no login. De acordo com o site de suporte da Apple, vale a pena notar que são necessárias duas coisas para usar isso:

1. Um ID Apple com autenticação de dois fatores;
2. Estar conectado ao iCloud com o Apple ID no dispositivo.

A funcionalidade pode ser usada em qualquer produto, se os desenvolvedores habilitarem o recurso em suas plataformas. Vale destacar que o acesso só pode ser feito nos dispositivos Apple.

Permissões de aplicativos para Bluetooth

Alguns apps têm coletado informações via Bluetooth (se ele estiver ativado, sensores locais podem se conectar ao telefone). Com o iOS 13, os desenvolvedores de aplicativos precisarão ser muito explícitos nas suas exigências. O mesmo vale para o Wi-Fi. Este é um grande passo na privacidade do consumidor.

Dados de localização em fotos

Os metadados são de um padrão chamado EXIF ​​(Exchangeable Image File Format), presente em todos os arquivos digitais de fotografia. Esses dados, com todas as informações de quando uma foto foi tirada, podem ser desativados para arquivos únicos através do link de opções na tela ou para todas as fotos em Privacidade > Serviços de Localização > Câmera.

Se não for desativado, a foto terá nela a versão do telefone, qual câmera utilizada (frontal ou traseira), se o telefone estava na vertical ou na horizontal, o tempo gasto e a localização geográfica (por latitude e longitude).

Padrão no iOS 12 e nas versões anteriores (assim como de outros sistemas operacionais móveis), a medida garante a autoria de fotos enviadas por e-mail e mensagens de texto. A maioria das redes sociais remove os dados mostrados acima, quando publicados.

Conclusão

Todas as formas de coleta de informação citadas neste artigo não são os principais problemas a serem corrigidos, mas, sim, a falta de transparência e não poder configurar permissões. Embora essas configurações possam causar problemas de funcionamento em aplicativos, é um risco que vale a pena para proteger seus dados e informações.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).