Facebook comprará startup de ciência cerebral

Acordo foi avaliado em US$ 1 bilhão, segundo a "CNBC".

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

O vice-presidente de AR/VR do Facebook, Andrew Bosworth, anunciou o acordo em um post na rede social

Acessibilidade


O Facebook anunciou na segunda-feira (23) que comprou os laboratórios CTRL de Nova York, uma empresa que está explorando maneiras de as pessoas se comunicarem com computadores usando sinais cerebrais, em um acordo que a “CNBC” disse ter sido avaliado em US$ 1 bilhão.

LEIA MAIS: Facebook suspende milhares de aplicativos em investigação sobre uso de dados

O vice-presidente de AR/VR do Facebook, Andrew Bosworth, anunciou o acordo em um post na rede social.

Os CTRL-labs se juntarão à equipe do Facebook Reality Labs, disse Bosworth, sem fornecer detalhes financeiros.

O Facebook disse que pretende usar a tecnologia de interface neural dos laboratórios CTRL no desenvolvimento de uma pulseira que se conecta a outros dispositivos de forma intuitiva.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“A visão para este trabalho é uma pulseira que permite que as pessoas controlem seus dispositivos como uma extensão natural do movimento”, disse Bosworth.

“Esperamos construir esse tipo de tecnologia em escala e transformá-lo em produtos de consumo mais rapidamente”, acrescentou.

Relatos da mídia dizem que os laboratórios da CTRL estão trabalhando com ciência do cérebro e machine learning para criar interfaces para as pessoas controlarem e manipularem computadores pensando. Seu dispositivo de pulso em estágio de desenvolvimento usa sensores para rastrear gestos e atuaria como um dispositivo de entrada.

O Facebook não estava disponível imediatamente para comentar o valor da transação.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: