Homem que devorou banana de US$ 120 mil em exposição de arte diz não se arrepender

Ronn Torossian/ Reuters
Ronn Torossian/ Reuters

David Datuna remove banana presa com uma fita adesiva, que era uma obra de arte chamada “Comedian”, do artista Maurizio Cattelan, antes de comê-la diante dos presentes na Art Basel, em Miami, em imagem obtida de vídeo via rede social

Um artista performático que comeu uma banana que estava colada em uma parede com um pedaço de fita adesiva como uma obra de arte avaliada em US$ 120 mil disse que sua ação não foi um ato de vandalismo. Ele revelou, ainda, não se arrepender do lanche feito na Art Basel em Miami Beach, no estado da Flórida.

LEIA MAIS: Galeria Nara Roesler vai para a Art Basel Hong Kong

“Eu decidi na parte da manhã. Mas eu não estava com tanta fome. Então esperei duas horas até ir à Basel para comer”, disse ontem (9) o artista performático David Datuna, nascido na ex-república socialista da Geórgia, a jornalistas em Nova York.

A obra “Comedian” (Comediante), do artista Maurizio Cattelan – uma banana colada com fita adesiva na parede – foi vendida por US$ 120 mil.

Datuna estava junto do público que tirava selfies com a banana no último sábado e retirou a fita da banana e a comeu em um vídeo amplamente compartilhado nas redes sociais.

“Primeiramente, eu respeito muito esse artista. Para mim, ele é um dos principais artistas no mundo”, disse Datuna. “E eu acho que essa é a primeira vez na história que um artista come o conceito de um outro artista. As pessoas me perguntam: você comeu a banana? Fisicamente era uma banana, mas a banana é só uma ferramenta. Então eu comi o conceito da arte.” E acrescentou que obra estava gostosa.

“Então, novamente, não foi vandalismo. Foi uma performance para mim. E com certeza, eu não me arrependo”, disse. “Eu chamei a performance de ‘Artista com Fome’. Sim, pois eu estava com fome e a comi.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).