Ibovespa sobe no final e varejistas disparam

Getty Images
Negócios com volume reduzido hoje (20) devido ao feriado nos EUA

Os negócios foram esvaziados hoje (20) no mercado acionário do Brasil e do mundo por conta do feriado nos Estados Unidos, dia de Martin Luther King, com bolsas lá fechadas.

Aqui, o Ibovespa oscilou perto da estabilidade durante todo o pregão, mas subiu no encerramento e fechou com alta de 0,32% aos 118.861 pontos.

LEIA TAMBÉM: Dólar e euro fecham em alta

Apesar da falta de ânimo dos investidores sem a referência do mercado norte-americano, um setor teve ganhos significativos na bolsa: o varejo. O motivo apontado por fontes foi a divulgação de números positivos do comércio na capital paulista.

De acordo com a Associação Comercial de São Paulo, as vendas no varejo subiram 2,7% na primeira quinzena de janeiro. No mesmo período, as vendas à vista avançaram 4,1% e, as vendas a prazo, aumentaram 1,3%.

Ainda segundo fontes, o mercado acredita que os próximos resultados para o segmento também venham bons. O economista da ACSP, Marcel Solimeo, concorda. “A tendência é de recuperação do setor para este ano, sem um grande salto, no entanto”, afirma.

De acordo com Solimeo, o segmento varejista tem tido um desempenho à parte em comparação com outros setores da economia.

“As grandes redes varejistas crescem em detrimento dos pequenos estabelecimentos. Vemos o aumento da participação do comércio eletrônico e também a expansão física com a abertura de novas lojas em todo o país”, explica Solimeo.

Entre as principais altas do Ibovespa, as ações da B2W (BTOW3) com valorização de 6,20% a R$ 75,68, Gerdau Metalúrgica (GOAU4) com ganhos de 4,13% a R$ 10,85, Estácio (YDUQ3) com avanço de 4% a R$ 52,00, Gerdau (GGBR4) com mais 3,25% a R$ 22,27 e Weg (WEGE3) que subiu 3,07% a R$ 37,93.

Já as maiores baixas do índice foram da Cielo (CIEL3) com recuo de 2,49% a R$ 7,05, Itaú Unibanco (ITUB4) com menos 2,03% a R$ 34,23, Bradesco (BBDC4) com desvalorização de 1,95% a R$ 34,76, Suzano (SUZB3) que caiu 1,90% a R$ 42,95 e Tim (TIMP3) com perdas de 1,59% a R$ 16,29.

Um outro motivo que impediu a monotonia total no mercado acionário foi o exercício de opções sobre ações na B3 hoje, com movimentação de R$ 12.69 bilhões, dos quais R$ 9.91 bilhões em opções de compra e R$ 2.78 bilhões em opções de venda.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).