Índices globais têm forte queda com coronavírus

Getty Images
Índices mundiais têm forte queda com avanço do coronavírus

O fim de semana e o transcorrer do feriado de Ano Novo Lunar na China aumentaram o alerta sobre o coronavírus, com casos de mortes no país asiático acima de 80 e mais de 900 infectados. O número de casos de contágio em outros continentes também aumentou.

As sinalizações de um clima de aversão ao risco nos mercados também passam a assustar. O índice VIX de volatilidade, conhecido como “Índice do medo”, saltou de 14% na última sexta-feira, para uma alta de 27% hoje (27).

LEIA TAMBÉM: Ibovespa cai diante de temores com coronavírus

A onça troy do ouro também sobe 0,88% a US$ 1,585. O ativo é tradicionalmente considerado “seguro” em situações de aversão ao risco.

Já o barril do petróleo WTI teve forte queda ontem e segue com perda acentuada de 3,43% a US$ 52,38. Segundo fontes, a baixa é consequência de temores do mercado de energia de uma queda na demanda pela commodity durante uma eventual crise global pelo coronavírus.

Nas principais bolsas mundiais, os índices em queda expressiva. Na Ásia, o Nikkei (Japão) caiu 2,03% a R$ 23.343 pontos. O Kospi (Coreia) recuou 0,93% aos 2.246 pontos. Na Europa, os índices têm perdas acentuadas, acima de 2%. Nos Estados Unidos, os índices futuros com baixas expressivas, acima de 1%.

Na agenda de indicadores para hoje, divulgação do Boletim Focus do Banco Central com estimativas semanais obtidas com participantes do mercado sobre a economia brasileira, além do anúncio de dados de conta corrente e balança comercial do Brasil. Nos EUA, números de vendas de casas novas e índice de atividade do Fed (Federal Reserve) de Dallas.

Começa hoje a temporada de divulgação de balanços de empresas brasileiras no quarto trimestre de 2019 e os investidores aguardam os resultados da operadora de cartões Cielo.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).