Mercados globais tranquilos após anúncio da OMS

Getty Images
Mercados aliviados após anúncio da OMS sobre coronavírus

O mercado financeiro mundial amanheceu mais calmo hoje (24), por ora, após a Organização Mundial da Saúde não ter declarado emergência global para o coronavírus que surgiu na China.

No entanto, começou o feriado do Ano Novo Lunar naquele país e a onda migratória que costuma ocorrer neste período ainda exige atenção, embora nove cidades consideradas mais críticas para o contágio já tenham sido isoladas pelo governo chinês.

LEIA TAMBÉM: Ibovespa sobe e renova recorde em pontuação

Já são mais de 800 infectados e 25 mortes pelo novo vírus. Há casos isolados de contágio também em outros continentes.

Na Ásia, as bolsas de valores chinesas não abriram. O índice Nikkei (Japão) subiu 0,13% aos 23.827 pontos, Kospi (Coreia) com recuo de 0,93% aos 2.246 pontos e Hangseng (Hong Kong) com avanço de 0,15% aos 27.949 pontos.

Na Europa, os índices seguem com altas consistentes, na maioria, acima de 1%. Nos Estados Unidos, os índices futuros têm tendências mistas.

Por aqui, foi divulgada a Confiança do Consumidor pela Fundação Getulio Vargas, que apontou queda no início de 2020. A baixa maior foi entre os consumidores com renda acima de R$ 9.600,00, onde o índice recuou 2,4% em relação à baixa de 1,2% no índice geral.

A FGV atribui esta queda à piora na renda disponível com a alta nos preços dos alimentos que pressionou os salários e o ímpeto de compra de bens duráveis.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).