Ibovespa cai com temores de perdas no carnaval

Amanda Perobelli - REUTERS
Investidores fugiram do risco de prejuízos durante o feriado de carnaval

A bolsa brasileira teve perdas expressivas no pregão de hoje (21), com investidores temerosos de prejuízos durante o feriado de carnaval. O alerta de analistas de corretoras a clientes foi para evitarem grandes exposições no mercado acionário por conta de mercados globais estressados pelo avanço do coronavírus.

Já são mais de 75.400 casos de infecção pela Covid-19 e 2.236 pessoas mortas pela doença, a maioria na província de Hubei, região central da China, e em Wuhan, onde o vírus surgiu em um mercado de animais silvestres, em dezembro.

LEIA TAMBÉM: Dólar fecha estável em dia de volatilidade

O grande temor é a falta de condições de mensurar o impacto econômico.

Japão e Cingapura estão à beira da recessão e, na sexta-feira, a Coreia do Sul disse que as exportações para a China caíram nos primeiros 20 dias de fevereiro.

O Brasil que tem a China como principal parceiro comercial e também pode ter forte queda no PIB do primeiro trimestre de 2020.

No mercado acionário, o Ibovespa fechou com queda de 0,79% aos 113.681 pontos.

Um dos destaques de baixa no pregão de hoje foi a Vale, após a divulgação dos resultados de 2019, quando a mineradora reportou prejuízo de R$ 1,562 bilhão no quarto trimestre.

No balanço, a companhia também apresentou o relatório do Comitê Independente de Assessoramento Extraordinário formado para investigar o rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, que causou a morte de, pelo menos, 259 pessoas.

De acordo com a investigação, ao menos desde 2003, a Vale tinha informações sobre as condições frágeis da barragem e as medidas de segurança adotadas foram “limitadas e malsucedidas”. Ainda segundo o relatório, a companhia sabia que os impactos seriam significativos no caso de um rompimento.

As ações VALE3 caíram 3,97% a R$ 50,13.

Ainda entre as principais quedas do Ibovespa, IRB (IRBR3) com desvalorização de 5,44% a R$ 32,52, CVC (CVCB3) com queda de 3,71% a R$ 30,88, Gerdau Metalúrgica (GOAU4) que recuou 3,30% a R$ 9,08 e Braskem (BRKM5) com menos 3,10% a R$ 30,60.

As maiores altas do índice foram da Lojas Americanas (LAME4) com valorização de 7,64% a R$ 28,89, WEG (WEGE3) com ganhos de 4,86% a R$ 49,80, Via Varejo (VVAR3) com avanço de 4,33% a R$ 16,64, Klabin (KLBN11) que subiu 4,28% a R$ 21,93 e RaiaDrogasil (RADL3) com mais 3,01% a R$ 122,67.

Após o feriadão de carnaval, os negócios na B3 retornam na tarde da quarta-feira de cinzas (26).

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).