Donata Meirelles: Receitas de sucesso para o day after da pandemia

Divulgação
Divulgação

A italiana Laudomia Pucci é vice-presidente do Conselho e diretora de imagem da empresa que leva o nome de seu pai, Emilio Pucci

Cada um tem sua receita infalível para enfrentar o dia seguinte de algum evento marcante. Seja uma festa incrível ou um acontecimento devastador, como a atual crise mundial de saúde. Por isso decidi perguntar a mulheres com carreiras profissionais de reconhecido sucesso: qual será sua receita para enfrentar o day after da pandemia?

“Mulheres de sucesso, da moda ao showbiz, me contam o que têm preparado para enfrentar o pós-crise. Criar, cantar, executar, investir em novas oportunidades.”

Entre elas, minha amiga de mais de 20 anos e companheira em edições do Fórum Econômico Mundial, em Davos: a italiana Laudomia Pucci. Filha do estilista Emilio Pucci, célebre pelas estampas gráficas que marcaram os anos 1960, ela é vice-presidente do Conselho e diretora de imagem da empresa que leva o nome de seu pai. E também a estilista Lenny Niemeyer, dona da marca sinônimo de moda praia brasileira “de luxe”. Ouvi também as empresárias culturais Marina Auriemo e Malu Barreto, a superexecutiva da beleza Maria Laura Santos Tarnow (CEO da Estée Lauder no Brasil), a chef e empresária Renata Vanzetto e Anitta, a grande estrela pop do Brasil.

Laudomia Pucci – Diretora de imagem

“Em dois meses, a vida mudou – e muito. Nenhum de nós, na Itália ou em muitas outras partes do mundo, jamais experimentou ou sequer imaginou essa situação. A moda é um sistema capaz de se renovar e recomeçar, livrando-se do que é obsoleto. Mesmo assim, seu futuro, como sempre ocorre depois de um grande choque (pense em como a moda mudou depois da Segunda Guerra Mundial), é um enorme desafio. Teremos que ir até o coração da indústria da moda para encontrar novas narrativas. Talvez os escritórios mudem completamente e, com eles, nossos ternos, nossos saltos altos, nossas bolsas e mochilas. Marcas de moda mais e mais irão incorporar valores sociais e culturais, fazendo eco com uma geração de consumidores mais bem informados e atentos.”

Lenny Niemeyer – Estilista

“A receita nós vamos encontrando aos poucos. Para mim, o mais difícil é trabalhar à distância. Gosto de botar a mão na massa, tocar o tecido, fazer a modelagem de uma peça. Depois da pandemia, a ordem é focar no e-commerce, mudar o calendário de lançamentos e investir em desfiles virtuais. A moda é fundamental – até porque emprega milhões de pessoas.”

Divulgação
Divulgação

“A moda é fundamental – até porque emprega milhões de pessoas.”

Renata Vanzetto – Chef

“A grande lição para nós, restaurateurs, no pós-crise, será o investimento em delivery, que se revelou uma grande alternativa para manter as despesas básicas e os salários. Essa operação deve ser muito bem feita, com estratégia planejada. O day after vai requerer de todos um olhar atento.”

Maria Laura S. Tarnow – Executiva

“O day after da pandemia está sendo construído agora. Ele pede uma postura inquieta, resiliência e a reinvenção a cada dia. Empresas que respondem mais rápido à crise são as que estabelecem uma aproximação maior com o consumidor. Alegria, gratidão e conforto são preocupações diárias tanto com o consumidor quanto com nossos funcionários. Mantivemos o calendário de inovação de produtos e diversas ações em delivery e e-commerce. Aprendemos, sobretudo, a conviver virtualmente. Continuaremos a levar sentimentos positivos ao consumidor.”

Marina Auriemo – Empresária

“Continuarei com o mesmo propósito de seis anos atrás, quando criei o M.inqu (Mundo Inquieto): despertar o poder de transformação que existe em cada um através da consciência e do conhecimento. Nossa rede reúne mulheres dispostas a aprender, reaprender e encontrar um propósito que impacte a vida de outras pessoas.
A ideia é abrir lentes para observar o mundo através de palestras e encontros com especialistas de diversas áreas. No distanciamento social, temos compartilhado reflexões sobre o momento, porque o conhecimento é ferramenta essencial para a evolução.”

Malu Barreto – Empresária

“Minha esperança é de um mundo mais justo e igualitário. Na minha área de trabalho, a fórmula é tornar a arte, a música e a cultura em geral mais acessíveis a todos, em uma plataforma digital. Eu e Pedro Igor, meu sócio na produtora Arara, estamos criando conteúdo de entretenimento online, explorando alternativas culturais através de estratégias que não requeiram presença física.”

Anitta – Cantora

“Eu estava com uma porção de coisas agendadas e planejadas: gravação de vários clipes, lançamento e divulgação de novos trabalhos… Tivemos que adiar tudo. Quer dizer, o que pude adaptar para ser feito em casa continuo fazendo, mas nem tudo dá para virar live. Para alguns projetos que estavam prontos para sair do papel, foi até positivo – pudemos fazer um planejamento melhor. Vou ter mesmo é muito trabalho quando tudo isso passar!”

reproducao-Eduardo-Bravin
reproducao-Eduardo-Bravin

“Vou ter mesmo é muito trabalho quando tudo isso passar!”, diz a estrela do pop Anitta

Dress code: por dentro e por fora

Políticas públicas e investimentos privados

Regina Esteves, diretora–presidente da Comunitas, organização social especializada em parcerias público-privadas, iniciou seu trabalho com políticas públicas de auxílio ao terceiro setor há 20 anos, no governo FHC, com a primeira–dama Ruth Cardoso.

Neste período de Covid-19, a Comunitas tem promovido o engajamento do setor privado com o sistema de saúde. Um exemplo é a campanha para equipar UTIs de hospitais públicos que contou com a colaboração da #todosunidos, organizada pela influencer Helena Bordon e que, até o fechamento desta coluna, tinha arrecadado R$ 750 mil.

Para mais informações, acesse: comunitas.org.

Donata Meirelles é consultora de estilo e atua há 30 anos no mundo da moda e do lifestyle

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).