Elon Musk diz estar pronto para ser preso em reabertura de fábrica na Califórnia

Joe Skipper/Reuters
Joe Skipper/Reuters

“Se alguém for preso, peço que seja somente eu”, escreveu Elon Musk

O presidente da Tesla, Elon Musk, disse ontem (11) que a produção está sendo retomada na principal fábrica de veículos da empresa na Califórnia, e pediu para ser o único a ser preso por desafiar autoridades locais, que disseram que ela deveria seguir fechada para conter o avanço do coronavírus.

O confronto acontece enquanto Estados e cidades por todos os Estados Unidos experimentam maneiras de reabrir com segurança a economia após o surto do vírus estilhaçar empresas e levar dezenas de milhares de norte-americanos ao desemprego.

LEIA MAIS: Elon Musk ameaça mudar sede da Tesla por causa de medidas de restrição

No final de semana Musk ameaçou deixar a Califórnia e trocar o Estado pelo Texas ou Nevada por causa do conflito. A medida ressaltou a competição por empregos e acendeu uma onda de elogios ao executivo bilionário por parte de Estados que reabriram suas economias mais rapidamente em resposta aos incentivos do presidente dos EUA, Donald Trump.

Em e-mail, a Tesla se referiu a uma ordem emitida na última quinta-feira (7) pelo governador da Califórnia permitindo algumas fábricas a retomarem suas operações e disse que a partir de domingo (10), funcionários que estavam de licença poderiam voltar para seus status de emprego regulares.

“Estamos felizes em voltar ao trabalho e implementamos planos muito detalhados para ajudá-los a se manterem em segurança no retorno”, de acordo com um e-mail visto pela Reuters entitulado “As licenças terminaram e estamos voltando a produzir!”.

Musk disse em um tuíte que a produção estava sendo retomada ontem, adicionado que se juntará aos trabalhadores na linha de montagem. “Se alguém for preso, peço que seja somente eu”, escreveu. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).