Sequência do filme "Avatar" retoma produção na Nova Zelândia

Filmagens foram interrompidas em função dos esforços mundiais para conter o coronavírus.

Redação
Compartilhe esta publicação:
ReutersChristian-Hartmann
ReutersChristian-Hartmann

A produção de filmes e TV parou no mundo todo em meados de março, mas está recomeçando lentamente em alguns países

Acessibilidade


Uma sequência do sucesso de bilheteria de ficção científica “Avatar”, de James Cameron, voltará a ser produzida na próxima semana pela primeira vez desde que foi interrompida por esforços mundiais para conter o coronavírus, disse o produtor Jon Landau hoje (22).

A produção de filmes e TV parou no mundo todo em meados de março, mas está recomeçando lentamente em alguns países, incluindo a Nova Zelândia, onde a sequência de “Avatar” está sendo filmada.

LEIA MAIS: Universal Studios reabrirá no início de junho

“Nossos sets de Avatar estão prontos – e não poderíamos estar mais animados em voltar para a Nova Zelândia na próxima semana”, escreveu Landau no Instagram, abaixo de uma foto de dois barcos no set. Landau os identificou como o Matador, um navio de comando avançado de alta velocidade, e o Picador, um barco a jato.

Autoridades da Nova Zelândia, onde casos do coronavírus diminuíram drasticamente depois que o governo impôs um isolamento rigoroso, aprovaram salvaguardas da indústria cinematográfica para retomar as produções. Cada set precisa de uma permissão para trazer as pessoas de volta ao trabalho.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Lançado em 2009, “Avatar” foi o filme de maior bilheteria de todos os tempos até julho de 2019, quando foi superado pelo filme de super-heróis “Vingadores: Ultimato”.

Cameron trabalha nas sequências de “Avatar” há anos e seu lançamento foi adiado várias vezes. A segunda parte está programada para estrear em dezembro de 2021, seguida por outras três em dezembro de 2023, dezembro de 2025 e dezembro de 2027. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: