Candidata chinesa a vacina contra Covid-19 se mostra promissora em testes com animais

ARCoV agora segue para o estágio de testagem inicial com humanos.

Blog da Redação
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Resultados de testes da ARCoV em ratos e macacos mostram que ela provoca uma reação imunológica contra o novo coronavírus

Acessibilidade


Testes com animais de uma possível vacina contra Covid-19 que está sendo desenvolvida por pesquisadores chineses mostram que ela provoca uma reação imunológica contra o novo coronavírus, mostrando-se promissora agora que segue para testes de estágio inicial com humanos, de acordo com um estudo analisado pela comunidade científica.

A ARCoV é uma vacina de RNA mensageiro que usa uma tecnologia semelhante a de candidatas sendo desenvolvidas pela Moderna e pela BioNtech e a Pfizer. Trata-se da segunda vacina contra Covid-19 em potencial que a unidade de pesquisa apoiada pelos militares da China levou para a fase de testes clínicos.

LEIA MAIS: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

Resultados de testes da ARCoV em ratos e macacos, publicados na revista médica “Cell” ontem (23), mostram que inoculações com uma e duas doses induziram reações fortes de anticorpos e células T contra várias cepas do vírus causador da Covid-19.

Mas os pesquisadores encarregados do teste alertaram que ainda não conseguiram ver quanto tempo os anticorpos induzidos pela ARCoV podem durar ou quão forte pode ser sua proteção para outras cepas que provocam Covid-19 e não foram testadas no estudo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A ARCoV permanece estável a 25 graus Celsius durante ao menos uma semana, disseram os pesquisadores, o que pode torná-la mais atraente para possíveis campanhas de imunização em populações difíceis de alcançar e em locais onde o armazenamento e o transporte nem sempre são confiáveis.

Embora nenhuma vacina contra Covid-19 já tenha sido aprovada para venda, mais de 150 estão em desenvolvimento em todo o mundo com a meta de ajudar a acabar com a pandemia global que já cobrou mais de 600 mil vidas – mas ainda não está claro se alguma terá sucesso. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: