Rússia espera produzir vacina contra Covid-19 desenvolvida no Reino Unido, diz chefe de fundo

Reuters
Reuters

Kirill Dmitriev, chefe do Fundo de Investimento Direto da Rússia, disse já ter um acordo com a AstraZeneca

A Rússia espera que um acordo com a AstraZeneca para produzir a vacina contra Covid-19 desenvolvida pela gigante farmacêutica e pela Universidade de Oxford siga adiante, apesar das acusações de que tentou roubar dados da vacina, disse o chefe do fundo soberano do país.

O Centro Nacional de Segurança Cibernética do Reino Unido disse ontem (16) que hackers apoiados pela Rússia estavam tentando roubar informações sobre as pesquisas sobre vacina e tratamento contra a Covid-19 de instituições farmacêuticas e acadêmicas ao redor do mundo, o que o Kremlin negou.

VEJA TAMBÉM: Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, e fique por dentro de tudo sobre empreendedorismo

Kirill Dmitriev, chefe do Fundo de Investimento Direto da Rússia, disse em uma entrevista hoje que as acusações são falsas e que Moscou não precisa roubar segredos, pois já tinha um acordo com a AstraZeneca para produzir a vacina na Rússia.

Ele disse que o acordo pode ser anunciado ainda hoje.

“Não há nada que precise ser roubado”, disse ele à Reuters. “Tudo será dado à Rússia.” (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).