Camisa que Kobe Bryant usou em temporada de MVP será exposta no Museu Smithsonian

Jeff Haynes/Reuters
Jeff Haynes/Reuters

Kobe Bryant durante Jogo 5 das finais da NBA de 2008 contra o Boston Celtics

A camisa que Kobe Bryant, lenda da NBA, usou na campanha de 2008, quando conquistou seu único prêmio de Jogador Mais Valioso em uma temporada regular, será exposta no Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana do Smithsonian (NMAAHC) em Washington.

Kobe Bryant, ícone do Los Angeles Lakers e cinco vezes campeão da NBA, estava com 41 anos quando morreu em uma queda de helicóptero em janeiro ao lado da filha de 13 anos, Gianna, e sete outras pessoas.

LEIA MAIS: Lenda do basquete: conheça a jornada dentro e fora de quadra do gigante Kobe Bryant

Bryant usou a camisa no Jogo 5 das Finais da NBA contra o Boston Celtics, uma série que os Lakers acabaram perdendo. Posteriormente, Kobe Bryant levou o time a dois títulos consecutivos em 2009 e 2010. Ele doou a camisa ao museu em 2017.

“As contribuições de Kobe dentro e fora da quadra são notáveis”, disse o diretor interino do museu, Spencer Crew, em um comunicado. “Como doador fundador, ele entendia o significado deste museu para a nação e o mundo.”

“Depois de adiar a instalação de março devido à Covid-19, acreditamos que agora é o momento perfeito da história para homenagear sua memória exibindo sua camisa em público.”

O museu disse que a Fundação Familiar Kobe e Vanessa Bryant doou ao menos US$ 1 milhão ao NMAAHC, que mostra o impacto dos afro-norte-americanos na história. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).