Rainha Elizabeth e príncipe Philip comemoram 73º aniversário de casamento

Matrimônio do casal foi realizado dois anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, na Abadia de Westminster.

Blog da Redação
Compartilhe esta publicação:
Chris Jackson/Getty Images
Chris Jackson/Getty Images

Rainha britânica Elizabeth e seu marido, príncipe Philip, em retrato oficial de comemoração do 73º aniversário de casamento

Acessibilidade


A rainha britânica Elizabeth e o príncipe Philip comemoraram ontem (19) seu 73º aniversário de casamento, uma ocasião que não puderam compartilhar com a família durante o atual lockdown imposto pela pandemia do coronavírus na Inglaterra.

Elizabeth, de 94 anos, e Philip, de 99, casaram-se na Abadia de Westminster, em Londres, no dia 20 de novembro de 1947, só dois anos após o fim da Segunda Guerra Mundial.

LEIA MAIS: Parceria entre a vinícola Donnafugata e a Dolce & Gabbana, vinho rosé Rosa chega ao Brasil

“Obrigado a todos por seus votos gentis no 73º aniversário de casamento da rainha e do duque de Edimburgo”, disse o Palácio de Buckingham no Twitter.

Para marcar a ocasião, o palácio divulgou um foto da monarca e do marido sorridentes olhando um cartão feito pelos bisnetos príncipe George, princesa Charlotte e príncipe Louis, assim como outros cartões e cartas de bons votos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A foto foi tirada no Castelo de Windsor, residência da rainha no oeste de Londres que o casal está ocupando durante o lockdown.

Como lembrete dos primeiros dias do casamento, Elizabeth estava usando um broche de crisântemo feito de safiras e diamantes que usou em fotos tiradas em Broadlands, no sul inglês, durante a primeira parte da lua de mel.

LEIA TAMBÉM: Senado do México aprova legalização da maconha

Embora cronistas da realeza digam que Elizabeth e Philip tiveram seus altos e baixos, eles evitaram os dissabores de três de quatro dos filhos, cujos casamentos terminaram em divórcios – com destaque para a união malfadada do príncipe Charles com a falecida princesa Diana, sua primeira esposa. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: