Donata Meirelles: No armário da mulher de sucesso

Tons naturais e praticidade são algumas das características exploradas pelas passarelas internacionais em 2021.

Donata Meirelles
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

A temporada é definida por conforto, intimismo e soft chic

Acessibilidade


Em uma temporada definida por conforto, intimismo e soft chic, seu figurino vai ser um sucesso com: cores básicas e naturais, a diversidade insuperável do jeans e a eficiência imbatível da dupla preto e branco.

O cinto será seu melhor aliado. E bolsa é para ser levada na mão, com atitude. O verbo é “ser” e não “ostentar”.

Tons naturais, praticidade, encontros monocromáticos, formas simples e gestos marcantes. As escolhas das passarelas internacionais para o guarda-roupa 2021 foram atualizadas com sucesso. Confira na galeria de imagens abaixo:

  • Cintos: Questão de forma

    Definindo a silhueta, equilibrando volumes, sensualizando o look. Da esquerda para a direita: Louis Vuitton, Isabel Marrant, Giorgio Armani, Chloé e Chanel.

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
    Reprodução/Forbes
  • Pantone Natural

    Tons clássicos atemporais e neutros infalíveis. Branco nuvem, cinza névoa, bege areia, castanhos, terrosos… A ideia é suavidade e aconchego. Em tempos de distanciamento social, quem não quer um abraço? Da esquerda para a direita: Chloé, Gabriela Hearst, Fendi, Saint Laurent, Hermès e Brunello Cucinelli.

    Reprodução/Forbes
  • Supremacia Jeans

    Ele segue democrático, versátil, utilitário, sexy, absoluto! Lavado, estonado, amaciado, rústico ou costurado em patchwork. Tudo certo, tudo azul. Da esquerda para a direita: Dior, Burberry, Celine e Dolce & Gabbana.

    Reprodução/Forbes
  • P&B: o par perfeito

    Simples e direto ao ponto. Sobriedade no power dressing, pinceladas e grafismos ousados, charme discreto e contemporâneo. Da esquerda para a direita: Balmain, Prada, Dolce, Hermès e Chanel.

    Reprodução/Forbes
  • Clutches: gestos sofisticados

    A bolsa deve ser levada na mão com pulso firme e braço forte. O design pede atitude. Da esquerda para a direita: Balmain, Miu Miu, Louis Vuitton e Dolce & Gabbana.

    Reprodução/Forbes

Cintos: Questão de forma

Definindo a silhueta, equilibrando volumes, sensualizando o look. Da esquerda para a direita: Louis Vuitton, Isabel Marrant, Giorgio Armani, Chloé e Chanel.

Donata Meirelles é Consultora de estilo, atua há 30 anos no mundo da moda e do lifestyle

Com Mario Mendes, Antonia Petta e Sofia Mendes

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: