Donata Meirelles: Quem é a gaúcha-havaiana que lutou pelo ouro na estreia do surfe nos Jogos Olímpicos

A mulher de sucesso do mês é Tatiana Weston-Webb, que começou a surfar com apenas oito anos.

Donata Meirelles
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Nascida em Porto Alegre,Tatiana Weston-Webb vive no Havaí desde os 2 meses de idade

Acessibilidade


“Gaúcha-havaiana” é como a mídia costuma se referir à surfista Tatiana Weston-Webb, que esteve entre os quatro atletas brasileiros a disputar medalhas na estreia do surfe como esporte olímpico nos Jogos de Tóquio 2021. Nascida em Porto Alegre, filha do surfista americano Douglas Weston-Webb e da bodyboarder brasileira Tanira Guimarães, ela vive no Havaí desde os 2 meses de idade. Aos 8 anos começou a surfar, acompanhando o irmão, Troy. Apontada como revelação internacional do esporte na temporada de 2015, Tati conta que a maior emoção veio ao conquistar a vaga nos Jogos de Tóquio e optar por defender o Brasil. “Não foi uma decisão difícil, porque o meu coração já havia se decidido”, revela. “Quero inspirar as pessoas através do esporte, principalmente as meninas brasileiras. Mostrar a elas que devemos correr atrás dos nossos sonhos, sempre”.

Durante uma brecha na intensa rotina de treinos, driblando o fuso horário e misturando sotaque americano com simpatia brasileira, Tati conversou com a coluna diretamente do Havaí.

LEIA MAIS: Donata Meirelles: “Eu gosto da vida. É isso que coloco no meu trabalho”, diz a artista Beatriz Milhazes

Donata Meirelles: Qual é a sua primeira lembrança do surfe?

Tatiana Weston-Webb: Eu tinha 2 anos e meu pai me levou para a praia com uma prancha laranja. Era a praia onde ele e minha mãe se casaram. E eu me apaixonei imediatamente pelo mar e pelo surfe. É um esporte diferente, você está em contato permanente com o oceano e sempre sai do mar com uma energia incrível. Amei o surfe desde o primeiro momento – e continuo amando.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

DM: Você ouviu que “surfe não é coisa de menina”?

TW: Poucas vezes. Tive a sorte de crescer enquanto o esporte evoluiu, especialmente o surfe feminino. As atletas passaram a receber mais apoio e respeito. Claro que ainda existem pessoas com esse pensamento antigo, mas estamos mostrando que o surfe é um esporte para todos.

DM: Quais são suas referências e inspirações?

TW: A maior referência no momento é Bethany Hamilton [surfista americana que sofreu um ataque de tubarão em 2003, teve o braço esquerdo amputado e voltou a competir um ano depois]. Um talento incrível, uma carreira incrível, uma vida incrível… ela é toda incrível! Além de ser a mãezona de três filhos.

DM: Qual é a maior lição do surfe?

TW: Saber aproveitar o momento. No surfe não se pode estar nem à frente, nem atrás da onda, mas na onda, totalmente atenta e focada no momento.

DM: Como descreveria o seu estilo de beachwear?

TW: Gosto de moda, mas fica difícil acompanhar vivendo no mar. Minha maior preocupação é estar confortável – e bem agasalhada, quando as águas são muito frias. O conforto sempre fala mais alto.

Falando de surfe…

Se eu fosse você, ouviria as palavras de Diana Vreeland, a editora de moda suprema: “Invejo os surfistas, porque o surfe é uma coisa linda. Viver entre o céu e o mar. Maravilhoso!” Fiz minha seleção do mês pensando nisso.

Confira, na galeria de imagens abaixo, as indicações de Diana:

  • LOLITA

    Óculos, Saint Laurent para Farfetch

    Divulgação
  • USE ESTA CAUSA

    Pulseira #Togetherband*, Shop2Gether

    Divulgação
  • DA COR DO MAR

    Colar de ouro amarelo e ágata azul, Van Cleef & Arpels

    Divulgação
  • TEMPERATURA CERTA

    Porta-garrafa térmica, Louis Vuitton

    Divulgação
  • GAROTA DOURADA

    Maiô, Balmain

    Divulgação
  • CORPO ABERTO NO ESPAÇO

    Biquíni, Triya no Shop2gether

    Divulgação
  • BATE-BOLA

    Raquetes, Maison Riviera Dior

    Divulgação
  • OLHA A ONDA

    Prancha de surfe, Dolce & Gabbana

    Divulgação
  • INSTAGLAM

    Câmera, Fendi Polaroid

    Divulgação
  • PÉ NA AREIA

    Sandália efeito trançado, Isabel Marant no CJ Shops

    Divulgação
  • RABO DE PEIXE

    Tornozeleira, Ara Vartanian

    Divulgação
  • CAIÇARA

    Bolsa de palha, Celine no Cidade Jardim

    Divulgação
  • À PROVA D’ÁGUA

    Relógio, Audemars Piguet

    Divulgação
  • TRILHA SONORA

    Hit “Girl From Rio” by Anitta

    Divulgação
  • LUZ DO SOL

    Cropped t-shirt e jeans tie-dye, Alberta Ferretti no CJ Mares

    Divulgação

LOLITA

Óculos, Saint Laurent para Farfetch

Dress Code: por dentro e por fora

O desapego como agente transformador

Divulgação
Divulgação

Adriana Aidar Haddad ,Liliana Biondo e Ana Elisa Setubal (da esquerda para a direita, respectivamente) criaram, há dois anos, o site de vendas online Oportunidade do Bem

“Fazer o bem todos nós sabemos o que é, mas esse bem tem que se tornar uma ação transformadora”, diz Ana Elisa Setubal, com conhecimento de causa. Ela e as amigas Liliana Biondo e Adriana Aidar Haddad criaram, há dois anos, o site de vendas online Oportunidade do Bem, oferecendo roupas e acessórios doados, de alta qualidade, nacionais e importados, com o objetivo de gerar e compartilhar recursos. O resultado superou as expectativas do trio e gerou também o evento presencial Empório Oportunidade do Bem, com a parceria de renomadas marcas de moda e decoração.

As instituições assistidas são Child-hood Brasil (que atua na prevenção e enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes), Fun-dação Julita (de auxílio a crianças, jovens e famílias em situção de vulne-rabilidade social) e Instituto GAS (de apoio e auxílio a moradores de rua na Grande São Paulo). As ações já renderam R$ 3 milhões. “Sou boa de marketing, a Adriana é uma vendedora nata e a Liliana, uma curadora fantástica, nos completamos.”

Colabore, doe e compre acessando oportunidadedobem.com.br [email protected]

Coluna publicada na edição 88, lançada em junho de 2021.

Com Mario Mendes, Antonia Petta e Sofia Mendes

Donata Meirelles é Consultora de estilo, atua há 30 anos no mundo da moda e do lifestyle

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da Forbes Brasil e de seus editores.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: