Como fica a alimentação nas viagens de férias após a reabertura das fronteiras

Melhor opção é manter o máximo possível da rotina diária, com boas escolhas na hora de comer e prática de atividade física.

Eduardo Rauen
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Fazer um bom café da manhã já garante pelo menos 1/3 do seu dia. Ingerir proteínas, fibras e frutas dá uma maior saciedade

Acessibilidade


Após um período longo de fechamento de fronteiras por conta da pandemia de Covid-19 no mundo, os países já começaram a reabrir e a receber os turistas vacinados que estavam aguardando ansiosamente por essa notícia.

Agora os planos começam a ser novamente desenhados pelas pessoas para reaver parentes que não viam há tempos, para visitar um amigo, ou até mesmo para conhecer um local que já estavam planejando visitar.

E sempre, com essa mudança de rotina – que também é o que ocorre quando estamos viajando, pois saímos do nosso “normal” – vem a preocupação com a alimentação.

LEIA TAMBÉM: O que é a síndrome da fragilidade do idoso

E agora doutor? Vou viajar de férias por 15 dias e quero aproveitar, quero comer coisas gostosas… Como vou me comportar nessa rotina?

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Bom, o que sempre digo, e que é importante termos em mente, é que o melhor é agir sempre com moderação.

Quando saímos para viajar, normalmente, além de sairmos da nossa rotina do dia a dia, fazemos outras coisas que não estamos acostumados a fazer como caminhadas longas para conhecer cidades, idas todos os dias a restaurantes ou, até mesmo, nos adaptamos à culinária da região visitada.

Sabendo disso, que iremos enfrentar alguns “desafios”, devemos nos preparar e nos organizar.

Sempre aconselho manter o máximo da rotina do dia a dia, ou seja, continuar com a atividade física e alimentar-se adequadamente.

Com relação à atividade física, deixar o carro de lado e optar por caminhadas seria uma ótima saída para quem quer se exercitar. Pode parecer simples, mas o fato de colocar um sapato confortável e sair para caminhar, além de ser um passeio proveitoso, é também um bom exercício, pois normalmente caminhamos muito mais do que estamos acostumados a fazer. No final do dia, alguns quilômetros podem ser computados para a sua saúde. Se você tiver uma academia no hotel ou no local onde estiver hospedado, dedicar um tempinho do dia para uma musculação também é algo que você pode incluir no seu caderninho.

VEJA MAIS: Câncer de mama e a sua relação com a obesidade

Sobre a alimentação, óbvio que ao visitar lugares diferentes, as pessoas querem apreciar restaurantes, docerias, sorveterias, vinícolas… e eu sempre recomendo que façam isso sim, afinal, o prazer da vida está em desfrutarmos de bons momentos ao lado de quem amamos.

Sempre deixando claro que devemos fazer boas escolhas! Ao ir naquele restaurante bacana que te indicaram, procure por opções mais próximas do seu dia a dia – porções de salada, proteínas, vegetais – mas, se, de verdade, não for possível pois você está muito a fim de comer aquela macarronada típica italiana, ok também. Mas, lembre-se de, no dia seguinte, escolher um lugar mais adequado e moderar nas opções.

E quanto ao doce e bebida alcoólica? Devemos moderar também. Afinal não é porque estamos de férias que iremos esquecer da rotina e simplesmente dizer…. ah, agora eu posso tudo, afinal estou de férias!!!

O cuidado com a alimentação é super importante nesse momento, e fazer um bom café da manhã já garante pelo menos 1/3 do seu dia. Ingerir proteínas, fibras e frutas dá uma maior saciedade.

Por isso, não esqueça de manter o máximo de rotina na sua viagem e de fazer boas escolhas. Lembrando sempre que devemos ter em mente que tudo feito com equilíbrio e moderação traz sempre a melhor opção para a sua saúde.

Eduardo Rauen é médico nutrólogo e diretor técnico do Instituto Rauen.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: