No ponto: De Bocaiuva a feiura: entenda uma das regras mais chatas do Novo Acordo Ortográfico

Westend61/Getty Images
Westend61/Getty Images

Três paroxítonas acentuadas em “u” perderam o acento com a Reforma Ortográfica, entre elas “feiura”, que sempre nos bate à porta, ainda que metaforicamente

Hoje, caro leitor, falaremos de uma regrinha bem chata do famigerado Novo Acordo Ortográfico. Sim, aos poucos, mineiramente, dominá-lo-emos. Não é de grão em grão que a galinha enche o papo? Pois então.

Segundo a nova ortografia, as paroxítonas cujo acento recaía sobre o “u” (quando este fazia hiato com o ditongo anterior) perderam o acento. Entendeu? Provavelmente não, né? Pra que facilitar se se pode complicar? Bem, apenas três, três palavras fazem parte desse grupo. Mais fácil, então, memorizá-las. A primeira delas só chamará atenção mesmo dos habitantes de Bocaiuva, já que o nome dessa cidade perdeu o acento. Antes, Bocaiúva; agora, Bocaiuva.

A segunda talvez interesse aos amantes de tabernas, já que baiúca (taberna) agora é baiuca, sem acento. Por fim, temos a palavra feiúra; essa, Deus nos livre, sempre nos bate à porta, ainda que metaforicamente. Feiúra, leitor, perdeu o acento. Escreva, pois, feiura. Pronto! Simples assim.

Ainda comentaremos sobre o trema, sobre os acentos diferenciais, sobre toda essa pândega chamada Reforma Ortográfica, fique tranquilo. Mas, como toda boa mineira, preciso agir pelas beiradas, a fim de que você não me escape. Comendo quieta, farei com que você domine as principais regras desse bendito acordo. Comendo quieta, farei com que você fale e escreva corretamente. Acredite.

Até semana que vem.

Cíntia Chagas é uma professora que sempre leva humor e conhecimento ao público. Escritora de dois best-sellers da editora HarperCollins, ela coleciona milhares de alunos nos cursos virtuais que ministra. Palestrante e instagrammer, provou que irreverência, humor e educação podem e devem andar juntos.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).