No ponto: Expressões bizarras consagradas pelo uso

Andersen Ross Photography Inc/Getty Images
Andersen Ross Photography Inc/Getty Images

Algumas palavras ou expressões tiveram as regras de utilização ditadas não pela gramática normativa de uma língua, mas pelo uso dos falantes

Você já ouviu falar em “palavras ou expressões consagradas pelo uso”, leitor? Não? Pois saiba que se trata de palavras ou de expressões cujas regras de utilização foram ditadas não pela gramática normativa de uma língua, mas pelo uso dos falantes. É o caso, por exemplo, de fim de semana.

Fim de semana ou Final de semana? A resposta é simples: consagrou-se, pelo uso, que fim de semana abarca o período que vai da sexta-feira à noite até as últimas horas do domingo ou até as primeiras horas da segunda-feira (vai que você é do tipo que gosta de dar aquela esticada, né?). Para final de semana, entretanto, sobraram apenas as últimas horas do sábado, já que este é o último dia da semana. Entendeu?

Em suma, se você desejar um bom final de semana a alguém, saiba que você fará referência apenas às últimas horas do sábado do dito-cujo. Então, seja generoso e fale corretamente: um bom fim de semana para você! E pronto. Outra forma consagrada pelo uso diz respeito à palavra sub-humano, cuja grafia também pode ser subumano. A justificativa? O vocábulo subumano foi consagrado pelo uso. Mas quem, em sã consciência, fala subumano? Talvez em Portugal. Aqui, eu nunca ouvi.

Pois é, leitor… A língua, viva, também é ditada pelo uso. Ainda que não o reconheçamos, ainda que não o aceitemos, certas utilizações foram consideradas corretas e assim permaneceram. Por mais que o “consagrado” nos pareça bizarro. Aliás, bizarro já significou elegante, você sabia? Usava-se até o pronome de tratamento Vossa Bizarria para fazer referência aos nobres. Mas isso é assunto para outro dia. Fiquemos, por enquanto, com as nossas bizarrices consagradas.

Bom fim de semana!

Cíntia Chagas é uma professora que sempre leva humor e conhecimento ao público. Escritora de dois best-sellers da editora HarperCollins, ela coleciona milhares de alunos nos cursos virtuais que ministra. Palestrante e instagrammer, provou que irreverência, humor e educação podem e devem andar juntos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).