No ponto: Português, graças a Deus

Quando usamos termos estrangeiros excessivamente, deixamos de lado um dos princípios básicos de uma boa comunicação: a clareza.

Cíntia Chagas
Compartilhe esta publicação:
Peter Dazeley/Getty Images
Peter Dazeley/Getty Images

Será que você precisa mesmo usar a palavra budget ou pode falar orçamento?

Acessibilidade


Lá vou eu escrever novamente sobre este assunto, já que o brasileiro parece não me dar alternativas. E, desta vez, evocarei Ariano Suassuna: “Graças a Deus que eu nasci em um país que fala português”. Pois é, leitor, sinto lhe informar, mas a língua oficial do Brasil é a portuguesa, não a inglesa.

Isso significa que você não vai fazer uma call, mas uma ligação. Também quer dizer que você não tem um job complicado pra executar hoje, mas um trabalho complicado. E, se você estiver com a corda no pescoço, você não estará na sua deadline, mas no fim do seu prazo.

LEIA TAMBÉM: No ponto: A língua portuguesa não precisa do “top”

Pior ainda é o coleguinha que consegue misturar dois anglicismos na mesma frase: “Preciso do budget para dar um start no projeto”. Oi? Você carece mesmo é do orçamento para começar o projeto. E de um bom dicionário da língua portuguesa.

É necessário mudar a mentalidade (e não o mindset, por favor) do brasileiro. Quando usamos termos estrangeiros excessivamente, deixamos de lado um dos princípios básicos de uma boa comunicação, a clareza. Fora a pieguice que há nessa predileção desmedida pelo inglês, o qual não chega nem perto, em envergadura e em beleza, do nosso idioma.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Ao celebrar o privilégio de usufruir da língua portuguesa como idioma pátrio, Suassuna não se referia apenas à riqueza vocabular do português, mas à vasta possibilidade comunicativa de que dispomos. Talvez, apropriando-se do que linguisticamente lhe pertence, leitor, você também dê graças a Deus. É o que lhe desejo.

Até a próxima semana.

Cíntia Chagas é uma professora que sempre leva humor e conhecimento ao público. Escritora de dois best-sellers da editora HarperCollins, ela coleciona milhares de alunos nos cursos virtuais que ministra. Palestrante e instagrammer, provou que irreverência, humor e educação podem e devem andar juntos.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: