Curiosidades da nossa língua portuguesa

Sabe aquela expressão "cuspido e escarrado" que parece não fazer nenhum sentido pra você? Saiba que é um mal-entendido do nosso idioma.

Cíntia Chagas
Compartilhe esta publicação:

Colocando o pingo nos ii: vamos falar um pouco mais dessas expressões que a gente usa sempre, mas não sabe a origem

Acessibilidade


Hoje vamos falar de algumas expressões – no mínimo curiosas – do nosso idioma. Comecemos com “Vamos colocar os pontos nos ii”, cujo significado tem a ver com esclarecer, com não deixar um pingo de dúvidas sequer. 

Oriunda de uma época em que só se escrevia à mão, “Vamos colocar os pontos (ou os pingos) nos ii” surgiu do seguinte contexto: para evitar que os dois ii fossem confundidos com a letra u, colocavam-se acentos nos ii. Mas, no século XVI, os pontos substituíram os indesejados acentos. Daí a existência da expressão. 

LEIA MAIS: Dois milhões ou duas milhões de doses de vacina?

Outra sobre a qual não posso deixar de falar é a escatológica “cuspido e escarrado”. Eca! Fulano é a cara de Beltrano, cuspido e escarrado. São idênticos! Como assim, gente? Se essa expressão nunca fez muito sentido para você, saiba que você tem razão. Originariamente, dizia-se “esculpido e encarnado”. 

Poderíamos falar sobre curiosidades do nosso idioma por horas e horas. Caso você tenha se interessado por esse assunto, indico o livro A casa da mãe Joana, de Reinaldo Pimenta. A diversão é garantida.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Até semana que vem. 

 

 

 

Compartilhe esta publicação: