O desafio da retomada positiva nas escolas públicas

Um número cada vez maior de crianças poderá aproveitar dos benefícios que a prática esportiva traz para a vida de todos. Saúde, sociabilização, bons exemplos e disciplina

Rede Tênis Brasil
Compartilhe esta publicação:
Divulgação

Um número cada vez maior de crianças poderá aproveitar dos benefícios que a prática esportiva traz para a vida de todos. Saúde, sociabilização, bons exemplos e disciplina.

Acessibilidade


As incertezas causadas pela pandemia da COVID-19 foram gigantescas. De certo modo ainda são e afligem a todos. Porém, para nós do Projeto Massificação Maria Esther Bueno, elaborado e desenvolvido pelo Rede Tênis Brasil, o fato de executarmos nossas atividades basicamente dentro de escolas públicas em todo o país, favorecendo nove estados mais o Distrito Federal potencializou exponencialmente muitos destes desafios: Qual o cenário que nos seria apresentado quando do retorno das atividades? A “vida” voltaria ao normal? Quando? Conseguiríamos acesso às escolas? Como encontraríamos as crianças?

Já no reinício das aulas regulares, em fevereiro deste ano, estivemos frente a frente com abordagens diferentes quanto a permitirem nossa entrada no ambiente escolar. Não houve consenso entre as secretarias estaduais e municipais de educação. Cada estado abordou o tema de uma maneira e mesmo escolas vizinhas tinham convicções distintas sobre permitir ou não iniciarmos o projeto.

Felizmente, a partir de março, a situação foi estabilizando e conseguimos reativar todas nossas ações. Voltamos com força e em março alcançamos números surpreendentes, com 7.749 crianças participando ativamente nas escolas e 586 crianças dentro de quadras com aulas formais da modalidade. Em abril, os números melhoraram mais um pouco, apresentando 12.123 crianças nas escolas e 732 nas quadras. Apenas para situar o quanto estes dados são relevantes, nossa meta para 2022 é de 20.000 crianças participando nas escolas e 1.000 em quadras. Se considerarmos que passaram apenas três meses de execução do projeto e ainda mais num período de retomada das aulas, os números são relevantes.

Além da boa notícia da recuperação rápida da execução do projeto, também conseguimos aumentar nosso alcance incluindo novas cidades no mapa de núcleos atendidos. Iniciamos a partir de abril a implementação das aulas em Vitória e Serra no Espírito Santo; Belo Horizonte, Ouro Preto e Mariana em Minas Gerais; Itaguaí no Rio de Janeiro; e São Luís no Maranhão. Somando estes locais com outros 20 núcleos estabelecidos desde 2021.

Para junho, mais novidades. Estabelecemos parceria com a Prefeitura de Sobral, no Ceará, onde estaremos juntos do projeto local de excelência na educação mundialmente reconhecido, reafirmando nosso compromisso de cada vez mais unirmos esporte e educação na formação de indivíduos. Também abrimos a porta para iniciarmos um projeto em parceria com a prefeitura de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, para juntos implementarmos um projeto de tênis nas escolas deste município.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Nosso retorno foi rápido. Um número cada vez maior de crianças poderá aproveitar dos benefícios que a prática esportiva traz para a vida de todos. Saúde, sociabilização, bons exemplos e disciplina. Seguimos em frente, sempre por mais.

Marcelo Motta, diretor técnico do projeto Massificação Maria Esther Bueno

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

 

Compartilhe esta publicação: