Dólar tem queda acentuada ante real após declaração de Bolsonaro sobre Guedes

iStock
Às 10:17, o dólar recuava 1,14%, a R$ 5,6033 na venda

dólar registrava queda acentuada contra o real hoje (27), apresentando ajuste depois de disparada histórica na semana passada, com os investidores reagindo a comentários do presidente Jair Bolsonaro sobre sua relação com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Em uma tentativa de demonstrar união dentro do governo, Bolsonaro apareceu ao lado de ministros ao deixar o Palácio da Alvorada hoje, e reiterou que é Guedes quem manda nas questões econômicas do governo.

VEJA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“A tendência é que a coletiva que Bolsonaro deu acomode um pouco o real”, disse à Reuters Álvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital Modalmais. “Mas tudo depende dos ruídos políticos; (…) ainda é um quadro de tensão e volatilidade.”

Às 10:17, o dólar recuava 1,14%, a R$ 5,6033 na venda. O contrato mais negociado de dólar futuro operava em alta de 0,33%, a R$ 5,6045.

Na última sessão, na sexta-feira (24), a moeda norte-americana no mercado interbancário fechou em alta de 2,54%, a R$ 5,6681 na venda, máxima recorde para um encerramento, reagindo à demissão de Sergio Moro do cargo de Ministro da Justiça. O real registrou sua pior semana em onze anos na semana passada.

Enquanto isso, no cenário internacional, o clima era otimista hoje diante da expectativa de flexibilização das quarentenas e de estímulo monetário nas principais economias do mundo. O real acompanhava o movimento de alta das principais divisas emergentes e ligadas a commodities, como rand sul-africano, peso mexicano e dólar australiano.

Apoiando o arrefecimento da divisa dos EUA, o Banco Central realizou neste pregão leilão de venda de dólar à vista, em que vendeu US$ 600 milhões.

Além disso, a autarquia fará neste pregão leilão de swap tradicional para rolagem de até 10 mil contratos com vencimento em setembro de 2020 e janeiro de 2021. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).