Apresentado por       

Shell tem queda de 48% no lucro do 1º trimestre e corta dividendo

Ganho da empresa foi de US$ 2,76 bilhões nos primeiros três meses do ano.

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:

A receita da petrolífera anglo-holandesa sofreu queda de 28% na mesma comparação, a US$ 60 bilhões

Acessibilidade


A Royal Dutch Shell anunciou hoje (30) que teve lucro com base nos custos de reposição de US$ 2,76 bilhões no primeiro trimestre de 2020, 48% menor do que o ganho de US$ 5,29 bilhões apurado no mesmo período do ano passado, em meio ao impacto da pandemia de coronavírus. A medida com base nos custos de reposição é semelhante ao lucro/prejuízo líquido divulgado por petrolíferas nos EUA.

O lucro ajustado com base nos custos de reposição – que exclui determinados itens e é a medida preferida da Shell – foi de US$ 2,86 bilhões entre janeiro e março, ante US$ 5,30 bilhões um ano antes. O resultado, no entanto, superou a previsão de 27 corretoras consultadas pela Vara Research, de US$ 2,25 bilhões.

LEIA MAIS: Mitsubishi bate Shell e compra empresa de energia Eneco

A receita da petrolífera anglo-holandesa sofreu queda de 28% na mesma comparação, a US$ 60 bilhões.

A Shell também anunciou um corte no dividendo do primeiro trimestre em dois terços, a US$ 0,16 por ação, na primeira redução do tipo em 80 anos. (Com Agência Estado)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: