Boletim Focus desenha um cenário sombrio para o país

GettyImages/ dowell
Semana após semana o documento ajusta as expectativas para a economia – e a previsão é de um duro golpe no Brasil

Um hábito matinal de muita gente é descobrir se precisa ou não levar um guarda-chuva para o trabalho. Vamos pensar nisso num período pré-coronavírus. As pessoas costumam ir até a janela, olhar para o céu e identificar se há muitas ou poucas nuvens. Como segundo passo, assistem o bloco da previsão do tempo no telejornal da manhã ou consultam algum app no celular.

Basicamente, ninguém realizou nenhum curso ou se tornou meteorologista para isso. Mas o acompanhamento fez todo esse processo se tornar algo mais natural. Com o tempo, as pessoas ganharam experiência suficiente para serem mais prevenidas.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O Boletim Focus pode ser encarado como o equivalente no mundo das finanças. Semanalmente, os principais economistas do mercado atualizam suas projeções em torno dos principais indicadores econômicos. O “poder do hábito” de acompanhar esses boletins pode ser determinante para criar uma relação mais saudável com suas finanças.

Feita essa colocação, vamos agora sobre a edição de hoje do Boletim Focus, que mostra que as expectativas em torno da inflação são cada vez menores. O índice de 1,76% divulgado hoje estaria bem abaixo dos 2,5% do limite da meta. Além disso, notamos que economistas já enxergam também um IPCA menor para 2021. A linha do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo conversa diretamente com a linha da Selic. E, nesta, também estão sendo feitas revisões para baixo. A previsão para 2020 passou para 2,5%, enquanto para 2021 está em 3,5%. Ou seja, com uma inflação menor, a expectativa é por uma taxa de juros mais estimulante em breve.

RB Investimentos/Boletim Focus
Números do Boletim Focus revelam dificuldades para o Brasil no futuro pós-coronavírus

Outros destaques ficam em torno da atividade: a projeção de PIB recuou para uma contração de 4,11% em 2020. Desse total, 3% será só na produção industrial. Para 2021, é aguardado um crescimento de 3,2%, número tímido para o tamanho do encolhimento que devemos encarar.

Por fim, destaque negativo para a expectativa de déficit primário de 7,52% do PIB. Número que estava em 4,14% há apenas um mês.

A mensagem que fica é que acompanhar o Boletim Focus pode se tornar um hábito rápido e eficiente para criar sintonia com o mercado financeiro. Possuir mais clareza em torno de um cenário turbulento como agora pode ser crucial no futuro do seu negócio – ou do seu dinheiro. O Focus traz uma disputa saudável entre as melhores equipes econômicas do mercado, de graça.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).