Com primeiros impactos da Covid-19, MRV vê lucro cair 39% no 1º trimestre

O lucro líquido da MRV do período somou R$ 115 milhões

A MRV teve queda no lucro do primeiro trimestre, uma vez que o aumento das provisões esperadas para inadimplência e a concessão de maiores descontos mostraram os primeiros impactos da pandemia da Covid-19 sobre as margens da construtora.

A companhia anunciou ontem (28) à noite que seu lucro líquido do período somou R$ 115 milhões, recuo de 39,1% contra mesma etapa de 2019.

VEJA TAMBÉM: Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, e fique por dentro de tudo sobre empreendedorismo

Refletindo as expectativas de aumento da inadimplência e a concessão de maiores descontos para a venda de imóveis, a margem bruta caiu 3,7 pontos percentuais no comparativo anual.

A empresa adiantou ter registrado significativo aumento na procura por imóveis, em março e abril, após a concessão de maiores descontos.

Por ordem de governos regionais, a MRV disse que chegou a ter 20% das obras paralisadas, percentual que caiu para 6% em maio, o que tende a impactar os resultados operacionais deste segundo trimestre.

A MRV ainda teve uma queima de caixa de R$ 181,6 milhões no primeiro trimestre devido ao atraso nos repasses do governo para o programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

“Felizmente, a solução para o problema dos repasses já foi alcançada e não vemos motivos para enfrentarmos novos entraves no decorrer de 2020”, afirmou a empresa no balanço.

O resultado operacional da MRV medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) caiu 24,9% ano a ano, para R$ 205 milhões. A margem Ebitda recuou 4,4 pontos percentuais, para 13,7%.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A receita líquida foi de R$ 1,5 bilhão, queda de 0,6% ante mesma etapa de 2019, com apoio do recorde de vendas líquidas.

O nível de alavancagem financeira, medida como proporção da dívida líquida em relação ao Ebitda, subiu de 1,06 vez em dezembro para 1,33 vez. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).