Investidores aguardam discurso de Powell

Kevin Lamarque/Reuters
Kevin Lamarque/Reuters

O discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, é aguardado pelo mercado

O dia segue o tom da semana, sem tendência clara ao redor do globo. As bolsas da Ásia e os futuros de NY operam em estado de espera, especificamente em torno de um discurso do presidente do Fed, Jerome Powell. Enquanto os mercados europeus digerem indicadores ruins sobre a atividade na região.

Powell deve detalhar ainda mais os efeitos devastadores do coronavírus na economia norte-americana, e ainda pode sinalizar movimentos do Fed no médio prazo. Essa expectativa foi criada após dirigentes da instituição apresentarem semanalmente pesquisas e opinião na mídia. O evento de hoje (13) funcionaria para reagrupar tudo que foi dito e apontar o pensamento dominante no Fed.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Na Europa, o PIB do Reino Unido encolheu 2% no 1º trimestre ante o quarto trimestre do ano passado. Essa é a maior queda desde a crise financeira mundial de 2008, segundo dados da NOS. O resultado foi melhor que a queda de 2,6% projetada por investidores.

Outro ângulo importante de interpretar o indicador de hoje é sobre o seu lockdown. A região demorou bem mais que outras nações europeias para impor medidas de isolamento, o que deve trazer um impacto maior no 2º trimestre.

No Brasil, destaque diferente. Um dos maiores fundos de investimento do mundo, o soberano da Noruega, excluiu duas empresas brasileiras de seu portfólio por conta de danos ambientais causados nos últimos anos.

O conselho argumentou que a Vale, maior produtor mundial de minério de ferro, deveria ser excluída por apresentar “riscos inaceitáveis que ela contribuía” ou por ser responsável por sérios estragos ambientais. Lembrando episódios da Samarco e Brumadinho.

Com relação à Eletrobras, o conselho de ética defendeu o fim de investimentos na companhia por causa de sua participação no projeto da usina de Belo Monte.

Por ser dos maiores investidores do mundo, existe o temor que ele influencie a tomada de decisões de outros fundos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).