Chefe do FMI alerta que economia global ainda “não está fora de perigo”

Mike Theiler/Reuters
Mike Theiler/Reuters

Georgieva disse que US$ 11 trilhões em medidas fiscais pelos membros do G20 e outros países limitaram as perdas da economia global

A atividade econômica global está acelerando após um declínio sem precedentes este ano devido à pandemia de coronavírus, mas uma segunda onda de infecções pode desencadear mais problemas, disse a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva.

Georgieva disse que os custos fiscais de ações para conter a pandemia e mitigar as consequências econômicas estão elevando os já altos níveis da dívida, mas é prematuro começar a retirar as necessárias redes de segurança.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“Ainda não estamos fora de perigo”, disse ela em uma postagem de blog antes de reunião virtual no sábado (18) de ministros das Finanças e presidentes de bancos centrais do G20.

No mês passado o FMI reduziu ainda mais sua estimativa de crescimento global para 2020, prevendo contração de 4,9% e recuperação mais fraca do que o esperado em 2021.

Georgieva disse que US$ 11 trilhões em medidas fiscais pelos membros do G20 e outros países, assim como fortes injeções de liquidez por bancos centrais, limitaram as perdas da economia global.

Ainda assim, os perigos espreitam, disse ela, incluindo uma nova onda de infecções, exagero nos valores de ativos, preços voláteis de commodities, aumento do protecionismo e instabilidade política. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).