GM reporta prejuízo menor que o esperado no 2° trimestre

Forbes
Forbes

A GM reportou um prejuízo líquido no trimestre de US$ 806 milhões, ou US$ 0,56 por ação

A General Motors divulgou hoje (29) um prejuízo menor do que o esperado no segundo trimestre, com as vendas de picapes e o agressivo corte de custos ajudando a mitigar o impacto de uma paralisação forçada para conter a propagação do coronavírus, que deixou suas fábricas na América do Norte inativas até 18 de maio.

“Estes resultados ilustram o poder de resiliência e de lucros do negócio conforme fazemos os investimentos essenciais necessários para o nosso futuro”, disse o vice-presidente financeiro Dhivya Suryadevara em comunicado.

LEIA MAIS: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

A GM não forneceu uma previsão de lucro para o ano, mas disse que encerrou o segundo trimestre com US$ 30,6 bilhões em caixa.

A empresa disse que estava “trabalhando todas as alternativas” para aumentar os estoques de revendedores nos EUA e todas as suas fábricas de SUVs no país estão funcionando em três turnos.

Quase todas as suas outras fábricas estão agora operando em níveis pré-pandêmicos.

A GM reportou um prejuízo líquido no trimestre de US$ 806 milhões, ou US$ 0,56 por ação, contra um lucro de US$ 2,4 bilhões ou US$ 1,66 por ação no ano anterior.

Excluindo itens únicos, a GM relatou prejuízo de US$ 0,50 por ação, enquanto os analistas esperavam prejuízo de US$ 1,77 por ação. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).