JHSF movimenta R$ 433 milhões em oferta de ações precificada a R$ 9,75 por papel

Recurso deve ser em parte investidos na expansão da estratégia digital da companhia.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Rahel Patrasso/Reuters
Rahel Patrasso/Reuters

Após a oferta, o novo capital social da JHSF passará a ser de R$ 1,8 bilhão

Acessibilidade


A JHSF precificou ontem (15) oferta de ações a R$ 9,75 por papel, com esforços restritos, movimentando R$ 433,17 milhões, que devem ser em parte investidos na expansão da estratégia digital da companhia, além de ampliação do segmento de incorporação e de shopping center.

A operação contemplou oferta primária com emissão de 41.000.000 novas ações e foi acrescida de 3.427.950 ações de titularidade do acionista vendedor na operação, no caso, o Banco BTG Pactual (distribuição secundária).

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O BTG Pactual foi o acionista vendedor e no contexto da liquidação de uma operação de derivativos na modalidade de swap realizada entre o banco e o fundo PROFIT II, que possui como único cotista José Auriemo Neto, controlador da JHSF.

A JHSF não receberá os recursos da oferta secundária, que se destinam integralmente ao acionista vendedor para liquidação de operação de derivativos na modalidade de swap formalizada em 5 de junho de 2020.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Após a oferta, o novo capital social da JHSF passará a ser de R$ 1,8 bilhão, dividido em 682.241.829 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: