Via Varejo divulga dados sobre vendas online após publicação no Twitter

Ações da companhia aumentaram 7,35% após divulgação dos números.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Via Varejo divulga dados sobre vendas online após publicação no Twitter
Via Varejo divulga dados sobre vendas online após publicação no Twitter

Ontem (20) ações da Via Varejo fecharam em R$ 21,17

Acessibilidade


A Via Varejo divulgou na madrugada de hoje (21) forte crescimento de vendas online em determinadas categorias no período de 1 de maio a 21 de junho ante 3 de maio e 23 de junho de 2019, após publicação de dados operacionais no Twitter na manhã de segunda-feira, que foram apagados no começo da tarde.

Segundo a companhia, considerando as vendas por categoria para consumidores finais (1P B2C) no canal online, a de games/câmera mostrou incremento de 859%, seguida por informática (+475%), queimadores (+418%), televisores (+382%), telefonia (+354%), refrigeração (+283%), lavadoras (+248%) e som(232%).

VEJA TAMBÉM: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

Por ‘Best Seller’ na categoria, os números foram ainda mais fortes, com as vendas games/câmera crescendo 2.507%, seguidas por televisores (+1.899%), som (+1.518%), informática (+1.453%), telefonia (+1.095%), queimadores (+746%), refrigeração (+400%) e lavadoras (+308%).

Na segunda-feira, as ações da companhia, dona da redes Casas Bahia e Ponto Frio, dispararam após a divulgação dos números na conta oficial da Via Varejo no Twitter, renovando máximas históricas e fechando a R$ 21,17, em alta de 7,35% com ações ligadas ao comércio eletrônico como um todo valorizando-se.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Ainda na segunda-feira, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) afirmou que o assunto estava sendo analisado em processo administrativo.

No fato relevante disponível na CVM por volta da meia-noite e meia, a Via Varejo esclareceu que o seu departamento de comunicação publicou às 9h48 de segunda-feira determinadas informações comparativas relativas ao crescimento de vendas em determinadas categorias de produtos na plataforma online.

“A publicação não foi autorizada e não é política da companhia divulgar este tipo de informação, razão pela qual tão logo seu departamento de Relações com Investidores tomou conhecimento da publicação, solicitou prontamente que a mesma fosse retirada do ar, o que ocorreu às 12h55 da tarde”, afirmou.

A companhia disse ainda que, de forma excepcional e para assegurar a disseminação isonômica de informação correta e precisa decidiu apresentar os determinados dados, reforçando ainda que são gerenciais e não auditados. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: