Brasil abre 249 mil vagas formais de trabalho em agosto, aponta Caged

REUTERS_Amanda Perobelli
REUTERS_Amanda Perobelli

Crescimento é baseado na evolução das contratações da indústria, construção civil, comércio, serviços e agropecuária

O Brasil abriu 249.388 vagas formais de trabalho em agosto, o melhor desempenho para o mês desde 2010, quando foram criadas 299.415 postos de trabalho no país. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados hoje (30) pelo Ministério da Economia.

O crescimento é baseado na evolução das contratações em cinco setores econômicos, incluindo o de serviços, mais atingido pela crise do coronavírus. A indústria criou criou de 92.893 postos em agosto, seguida pela construção civil (+50.489), comércio (+49.408), serviços (+45.412) e agropecuária (+11.213).

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

No acumulado dos oito primeiros meses do ano, foram fechadas 849.387 vagas, num reflexo dos impactos sobre a atividade com a pandemia de Covid-19. No mesmo período de 2019, 593.467 vagas haviam sido abertas.

Mais uma vez, o ministério atribuiu o desempenho positivo do mês ao Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, que permitiu a redução temporária de salários e jornadas ou a suspensão do contrato de trabalho, com o pagamento de compensação parcial pelo governo aos trabalhadores.

Até 18 de setembro, o programa havia permitido 18,4 milhões de acordos entre empregados e empregadores no Brasil, ao custo de R$ 25,5 milhões. O orçamento total do programa é de R$ 51,6 bilhões. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).