Ibovespa acompanha mercados globais e abre sessão em alta

O Ibovespa acompanha o bom humor dos agentes globais e abre a segunda-feira (28) em alta, subindo 1,1% no início da sessão, aos 98.070 pontos. Às 10h17, horário de Brasília, o dólar operava com leve queda de 0,23, a R$ 5,54.

Na Europa, os papéis dos bancos puxam a recuperação dos principais índices da região, após registrarem a pior semana em três meses no fechamento da sessão anterior. No mesmo horário, o FTSE 100, de Londres, subia 1,83%. Em destaque, as ações do HSBC disparam 8% no dia depois da seguradora China Ping An informar o aumento da sua participação no banco.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Dados positivos sobre a economia chinesa também são precificados pelo mercado nesta manhã. Ontem (27), National Bureau of Statistics da China, reportou um aumento de 19,1% no lucro das indústrias do país em agosto na comparação com o ano anterior, um pouco abaixo dos 19,6% observados em julho. Os lucros são impulsionados pela recuperação nos preços de commodities e pela fabricação de equipamentos, informou o Bureau.

O Nikkei 225 encerrou o dia com ganhos de 1,32%, enquanto o Hang Seng valorizou 1,04% e o BSE Sensex avançou 1,59%. Já o Shanghai Composite perdeu 0,06%.

Já nos EUA, as ações das empresas de tecnologia puxam as altas do dia, embora o mercado ainda acompanhe com cautela o cenário político. Amanhã (29), acontece o primeiro debate presidencial entre os candidatos Joe Biden e Donald Trump. Na abertura da sessão, o S&P 500 ganhava 1,47%, enquanto do Dow Jones avançava 1,50% e o Nasdaq Composite crescia 1,50%.

No cenário doméstico, os investidores acompanham hoje mais uma etapa das negociações do governo em prol do avanço da agenda de reformas no Congresso, entre eles a reforma tributária e o programa Renda Cidadã.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).