Ancorado no cenário doméstico, Ibovespa abre sessão em queda

O Ibovespa opera em queda na manhã desta quinta-feira (1), em tendência oposta ao desempenho dos mercados globais. Às 10h28, horário de Brasília, o índice brasileiro recuava 0,53% aos 94.622 pontos pressionado pelo cenário fiscal e ambiente político brasileiro.

O financiamento do Renda Cidadã segue no radar dos investidores. Ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, descartou o uso de precatórios no programa, embora parlamentares defendam a manutenção dos recursos no texto da matéria.

Na contramão da Bolsa brasileira, os principais índices acionários dos EUA operam com ganhos no dia, com o Dow Jones subindo 0,53% na abertura da sessão, enquanto o S&P 500 ganhava 0,58% e o Nasdaq avançava 1,03%.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Os investidores acompanham as negociações entre parlamentares e a Casa Branca para um novo pacote de estímulo fiscal. O governo Trump sinalizou ontem apoio para liberação de US$ 1,5 trilhão, sendo US$ 20 milhões destinados às companhias aéreas do país que ameaçam demitir 32 mil pessoas sem um auxílio de Washington.

Na Europa, os mercados trabalham em alta no dia, acompanhando o bom humor global dos investidores, apesar do aumento dos casos de coronavírus e da queda de 19,8% no PIB do Reino Unido no segundo trimestre divulgada ontem. Também às 10h28, o FTSE 100 avançava 0,23%, o CAC 40 tinha ganhos de 0,56%, o Stoxx 600 subia 0,36% e o FTSE MIB ganhava 0,41%. Apenas o DAX, da Alemanha, registrava leves perdas, com 0,03% de recuo no dia.

Na Ásia, a Bolsa de Tóquio, a terceira maior do mundo, teve suas negociações suspensas nesta quinta-feira devido a uma falha técnica no sistema de negociação. Na China e Hong Kong, os mercados estão fechados com o início de um longo feriado local.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).