Banco Central autoriza fintech Stark Bank a atuar como instituição financeira

Adriano Machado / GettyImages
Adriano Machado / GettyImages

Empresa poderá ofertar produtos financeiros e atuar na antecipação de recebíveis

A fintech Stark Bank recebeu autorização autorização do Banco Central para operar como uma Sociedade de Crédito Direto (SCD) tornando-se, assim, uma instituição financeira apta a ofertar produtos financeiros como cartão de crédito e a atuar na antecipação de recebíveis, informou a companhia em comunicado à imprensa divulgado hoje (27).

Entre as vantagens de operar como SCD, a fintech destaca que, sem a necessidade de um banco intermediando as operações, poderá ganhar mais controle sobre as transações, tornando-as menos burocratizadas. A empresa, que em 2020 tem observado um crescimento de 30% no volume de recursos transacionados na plataforma, espera no próximo ano lançar produtos como empréstimos, investimentos e câmbio em parceria com outras instituições financeiras.

De acordo com o comunicado, a Stark Bank foi a primeira API bancária do Brasil, oferecendo através da tecnologia a possibilidade de empresas operarem suas contas bancárias em ferramentas como o ERP, Excel, Google Sheets, Web Banking ou dentro de uma plataforma proprietária. Entre os principais clientes da companhia estão nomes como Loft, Rappi, Buser, Kovi, Rebel e Colgate.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).