BNDES prepara venda de R$ 2 bilhões em debêntures da Vale

REUTERS/Sergio Moraes
REUTERS/Sergio Moraes

O governo federal deve se juntar ao BNDESPar na venda das debêntures participativas da Vale, elevando a oferta a R$ 6 bilhões

O BNDES espera concluir a venda de aproximadamente R$ 2 bilhões em debêntures da Vale até o início do próximo ano, afirmou ontem (7) um executivo do banco. O desinvestimento faz parte da estratégia do BNDES de se desfazer de títulos do BNDESPar para focar sua atuação em pequenas empresas e no setor de infraestrutura.

O governo federal deve se juntar ao BNDESPar na venda das debêntures participativas da Vale, elevando a oferta a R$ 6 bilhões, disse em entrevista o diretor-gerente de privatizações, Leonardo Cabral.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O BNDES levantou R$ 6,91 bilhões na semana passada com a venda de sua participação na Suzano, a operação resultou em lucro de cerca de R$ 2 bilhões para o banco que detinha as ações há décadas.

No início do ano, o BNDES também vendeu ações da Vale (R$ 42 bilhões) e da Petrobras. Cabral disse que o banco está monitorando o apetite do mercado em vender fatias adicionais de ambas as empresas, mas acrescentou que há prazo claro para isso.

A meta do BNDES é vender R$ 90 bilhões da sua carteira de ativos até o fim de 2022. Até o momento, metade dos recursos já foram negociados. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).