Com exportadoras, Ibovespa encerra sessão no azul; dólar avança para R$ 5,62

Reprodução/Forbes

O Ibovespa acompanhou o exterior e encerrou a sessão desta quarta-feira no azul, depois de ter trabalhado nos dois lados da tabela durante o dia. O índice brasileiro fechou em alta de 0,09% aos 95.526 pontos. Os pequenos ganhos do Ibovespa foram impulsionados por papéis de empresas exportadoras, com o Grupo Gerdau liderando os destaques da sessão, subindo 3,23% no dia, negociado a R$ 22,40. O dólar teve mais um dia de valorização ante o real, ganhando 0,50% e negociado a R$ 5,62 na venda.

Os investidores seguem acompanhando de perto o cenário fiscal. O ministro da Economia, Paulo Guedes, negou durante o dia a possibilidade de estender o auxílio emergencial até junho de 2021, tranquilizando o mercado. Ainda no cenário político, o senador Márcio Bittar estuda incluir no texto do Renda Cidadã trechos do Orçamento de Guerra a fim de flexibilizar regras fiscais em caso de uma segunda onda de coronavírus no país. O relatório deve ser apresentado na próxima semana, mas a equipe econômica já adiantou que a proposta final será conhecida apenas depois das eleições municipais.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

No cenário internacional, o dia foi menos turbulento sem novos tweets de Donald Trump. Ontem, o presidente derrubou os mercados globais após suspender pela rede social a negociação entre republicanos e democratas para um novo pacote de estímulo fiscal. Horas depois, Trump recuou e disse estar pronto para assinar medidas de socorro para as companhias aéreas, pequenos negócios e famílias no país. Um acordo antes das eleições de novembro, no entanto, é improvável.

O S&P fechou o dia com alta de 1,74%, o Dow Jones subiu 1,91% e o Nasdaq Composite teve alta de 1,88%. De acordo com análise do The Wall Street Journal, os investidores nos EUA já precificam uma vitória do democrata Joe Biden, que abriu larga vantagem contra o adversário nas últimas pesquisas. O resultado representaria estímulos mais robustos para a economia do país.

Na Europa, os papéis das blue chips lideraram as perdas no dia, com os principais índices encerrando no misto. O FTSE 100, o CAC 40 e o Stoxx 600 encerraram em queda, recuando 0,06%, 0,27% e 0,12%, respectivamente, enquanto o DAX subiu 0,17% e o FTSE MIB avançou 0,03% na sessão.

DESTAQUES DO PREGÃO

Maiores Altas
GGBR4: +3,23% a R$ 22,40
GOAU4: +,3,19% a R$ 10,03
VALE3: +2,64% a R$ 60,17
USIM5: +2,62% a R$ 10,59
WEGE3: +2,36% a R$ 73,17

Maiores Baixas
IRBR3: -10,18% a R$ 6,44
CVCB3: -5,76% a R$ 14,90
CIEL3: -5,13% a R$ 3,70
EMBR3: -3,78% a R$ 6,37
AZUL4: -3,55% a R$ 24,97

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).